‘Padrinho Legal’ abre inscrições para interessados no apadrinhamento financeiro e afetivo de adolescentes em acolhimento
Conecte-se conosco

Jundiaí

‘Padrinho Legal’ abre inscrições para interessados no apadrinhamento financeiro e afetivo de adolescentes em acolhimento

A proposta é viabilizar convivência familiar e comunitária e criação de vínculos com o acolhido, por meio visitas, passeios, viagens e estadias com a família aos finais de semana e dias de festa

Publicado

em

Atualizado há

Interessados devem se inscrever pela internet e serão convocados para a participação em um encontro de formação
Interessados devem se inscrever pela internet e serão convocados para a participação em um encontro de formação. (Foto: Prefeitura de Jundiaí)

Voltado para o apadrinhamento afetivo e financeiro de adolescentes em acolhimento institucional sob medida protetiva, o Programa de Apadrinhamento “Padrinho Legal” recebe até a segunda-feira (16) as inscrições on-line gratuitas de pessoas interessadas em participar. A iniciativa do programa é da Vara da Infância e da Juventude da Comarca de Jundiaí, da Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS) e dos Serviços de Acolhimento da cidade.

“Atualmente, a Prefeitura celebra, por meio da UGADS, parceria para o acolhimento institucional de até 55 crianças e adolescentes nas seguintes Organizações da Sociedade Civil (OSC) Casa de Nazaré e a Casa Transitória”, explica a gestora da UGADS, Maria Brant.

O casal Gilberto e Regina Begiato conhecem a iniciativa desde 2018 e atualmente estão no terceiro apadrinhamento, de uma adolescente de 13 anos da Casa de Nazaré, onde Gilberto trabalha como coordenador administrativo.

“O ‘Padrinho Legal’ é uma missão, uma oportunidade para fazer a diferença na vida deles, principalmente dos adolescentes, que têm mais dificuldade para ser adotados têm muita vontade de sair. Viramos uma referência para eles, de comportamento em família e como conselheiros sobre convivência escolar, na família e no próprio abrigo. Acima de tudo, criamos um vínculo com eles, para que não se sintam sozinhos. Este é o desafio que lançamos, para que as pessoas entendam o programa como uma missão”, explicou Gilberto.

Pelo Apadrinhamento Afetivo, a proposta é viabilizar convivência familiar e comunitária e criação de vínculos com o acolhido, por meio visitas, passeios, viagens e estadias com a família aos finais de semana e dias de festa. Para esta modalidade, o tempo mínimo sugerido de adesão é de um ano.

Já pelo Apadrinhamento Financeiro não há tempo mínimo de adesão sugerido. As possibilidades são os pagamentos de cursos, tratamentos e terapias médicas, odontológicas e psicológicas, pontuais ou de maiores durações. Uma vez formalizado, o pagamento é feito diretamente ao profissional envolvido na prestação do serviço.

Os interessados não precisam ser necessariamente residentes em Jundiaí, devendo somente ser maiores de 18 anos e não podem possuir antecedentes criminais.

O juiz da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Jundiaí, dr. Jefferson Barbin Torelli, reforça a importância da participação da sociedade. “O apadrinhamento afetivo é muito importante para garantir o direito à convivência familiar e comunitária dos pré-adolescentes e adolescentes acolhidos com poucas chances de voltar para a família e remota possibilidade de adoção. O apadrinhamento financeiro, por sua vez, possibilita o acesso a terapias, tratamentos e cursos ainda indisponíveis na rede pública. Por isso, o engajamento da sociedade é primordial para garantia da proteção integral de todas as crianças e adolescentes”.

Elen Tavares de Sá, assistente social da Vara, faz um apelo à sociedade. “Aderir à iniciativa é algo desafiador, por isso precisamos de pessoas que encarem como missão. Entre os acolhidos há aqueles com mais idade, e, portanto, com dificuldade de ser adotados. Há também adolescentes com demandas psiquiátricas. Muitas pessoas procuram o serviço com a intenção de dar presentes, mas precisamos também de gente que garanta presença, que traga constância e afeto nas vidas desses acolhidos”.

Para os inscritos interessados no programa será realizada uma formação presencial, marcada para o sábado (21), das 8h30 às 17h, no Fundo Social de Solidariedade (FUNSS), que fica na avenida Manoela Lacerda de Vergueiro, s/n, Portão 3, anexo ao Parque da Uva. O contato com os inscritos será feito através do e-mail indicado na inscrição.

Jundiaí

MADA: Grupo de Jundiaí ajuda mulheres ‘que amam demais’

O Mulheres que Amam Demais ajuda mulheres em relacionamentos abusivos e querem aprender mais sobre o amor.

Publicado

em

Mulheres de mãos dadas
O grupo Mulheres que Amam Demais têm participação gratuita, reuniões anônimas e reforça que juntas somos mais fortes (Foto: Freepik)

Você tem problemas com o amor? Está em um relacionamento que te deixa sufocada e, por mais que tente, não consegue se livrar da pessoa por "amá-la demais"? Talvez você deva conhecer o MADA. A sigla significa "Mulheres que Amam Demais Anônimas", e pertence a um grupo de ajuda mútua que acolhe mulheres e existe em todo o Brasil. O…

Continuar lendo

Jundiaí

Programa abre inscrições para curso gratuito de Marketing e Vendas em Jundiaí

O curso será ministrado na Pracinha da Cultura do Vista Alegre, antigo Ceu das Artes.

Publicado

em

Pessoa estudando
O curso de Assistente de Marketing e Vendas faz parte do Programa Senac Gratuidade (Foto: Freepik)

Uma parceria entre a Unidade de Gestão de Cultura (UGC) com o Fundo Social de Solidariedade e Senac, através do Programa Senac Gratuidade, abriu as inscrições para o curso gratuito de Assistente de Marketing e Vendas. A ação está dentro da proposta de dinamizar e intensificar as ações na Pracinha da Cultura do Vista Alegre (antigo Ceu das Artes). Com carga horária…

Continuar lendo

Jundiaí

Linhas de ônibus em Jundiaí têm alterações durante as férias escolares

As linhas de reforço que atendem faculdades e colégios da cidade serão suspensas durante período de férias.

Publicado

em

Ônibus de transporte público de Jundiaí
Veja como funcionarão as linhas de reforço durante o período de férias (Foto: Prefeitura de Jundiaí)

As férias escolares chegaram e, a Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte (UGMT) de Jundiaí fará alterações nas linhas de ônibus do transporte público. De acordo com a gestão, parte das linhas de reforço no atendimento às escolas e faculdades de Jundiaí será suspensa. "Essas alterações buscam adequar a oferta de viagens ao número de usuários do sistema", explicou…

Continuar lendo

Jundiaí

Bolsonaro abraça as Nações Comunistas ricas pra tentar sobreviver.

Artigo por Everton Araújo, brasileiro, economista e professor universitário

Publicado

em

Por

(Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil)

O Presidente Jair Bolsonaro começou seu mandato de mãos dadas com alguns chefes de Estados autoritários e conservadores. Acreditou em uma suposta amizade com o Presidente norte americano Donald Trump, idolatrou o corrupto Primeiro Ministro de Israel Benjamin Netanyahu, visitou ditadores no Oriente Médio e tentou alinhamento com países governado por líderes antidemocráticos como, Romênia, Turquia e Polônia. As aventuras…

Continuar lendo

Jundiaí

Prefeitura de Jundiaí é eleita a melhor empresa pública para estagiar

Nesta semana aconteceu o encontro entre representantes do CIEE, os mais de 300 estagiários e seus supervisores.

Publicado

em

A Prefeitura de Jundiaí foi eleita pelo Centro de Integração Escola – Empresa (CIEE), como a melhor empresa pública para estagiar em 2021 (1º lugar na categoria Melhor Programa de Estágio da Área Pública no 13º Prêmio CIEE Melhores Programas de Estágio). O prêmio, recebido neste ano, além de motivo de orgulho para a gestão do Prefeito Luiz Fernando Machado,…

Continuar lendo