Aneel aprova aumento de até 64% nas taxas extras cobradas na conta de luz
Conecte-se conosco

Economia

Aneel aprova aumento de até 64% nas taxas extras cobradas na conta de luz

Os valores entram em vigor em 1º de julho, e valem até meados de 2023.

Publicado

em

Atualizado há

Aumento da conta de luz. (Foto: Divulgação)
Atualmente está vigente no Brasil a bandeira verde, sem taxas adicionais aos consumidores (Foto: Divulgação)

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou hoje um novo reajuste nos valores das bandeiras tarifárias. A maior alta será de 63,7%, no valor da bandeira de patamar vermelho 1.

O patamar vermelho 2 aumentará 3,2%. Já a bandeira amarela vai subir 59,5%, enquanto a verde seguirá sem cobrança. Os valores entram em vigor em 1º de julho, e valem até meados de 2023.

As bandeiras tarifárias são uma cobrança de taxa extra, adicionadas às contas de luz, indicando aumento no custo de produção de energia no país.

Sobre as bandeiras:

  • Verde: sem cobrança adicional;
  • Amarela: de R$ 1,874 para R$ 2,989 por megawatt-hora (MWh) no mês – (+ 59,5%);
  • Vermelha patamar 1: de R$ 3,971 para R$ 6,500 por megawatt-hora (MWh) no mês – (+ 63,7%);
  • Bandeira vermelha patamar 2: de R$ 9,492 para R$ 9,795 por megawatt-hora (MWh) no mês- (+3,2%).

Os valores aprovados foram maiores do que os colocados em consulta pública. Segundo os aumentos propostos, a bandeira amarela teria um adicional de 56% na taxa, a vermelha 1 de 57%, e a vermelha 2 foi estimada com redução de 2% na ocasião.

A consulta ficou aberta entre 14 de abril e 4 de maio. Segundo a Aneel, a mudança se deu devido a acréscimos nos valores de cálculo.

Desde 16 de abril está em vigor no Brasil a bandeira verde, quando foi antecipado o fim da bandeira de escassez hídrica. Com isso, não há valor adicional cobrado nas contas atualmente.

De acordo com a Aneel, é possível que o cenário permaneça esse até dezembro deste ano, já que houve recuperação dos reservatórios.

Leia também:

Economia

Governo de SP anuncia redução do ICMS e preço médio da gasolina deve ficar abaixo de R$ 6,50 

Decisão segue lei federal sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro. Rodrigo Garcia disse que estado perderá mais de R$ 4 bilhões por ano com arrecadação.

Publicado

em

Carro sendo abastecido em posto de combustível
Governo de SP anuncia redução do ICMS e preço médio do combustível deve ficar abaixo de R$ 6,50 (Foto: Freepik/ ropisme)

O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), anunciou nesta segunda-feira (27) que o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da gasolina irá cair de 25% para 18%. A decisão segue o que determina a lei federal sancionada na semana passada pelo presidente Jair Bolsonaro. "Se hoje temos uma gasolina num preço médio de R$ 6,97, teremos um preço…

Continuar lendo

Economia

CIESP Jundiaí promove debate sobre Recuperação Judicial das empresas em evento; confira

O evento será híbrido, com transmissão simultânea e com apoio da OAB Jundiaí.

Publicado

em

Por

Fachada da CIESP Jundiaí
O evento acontecerá nesta quarta-feira, 22 de junho, a partir das 19h. Confira como se inscrever (Foto: Divulgação)

Na quarta-feira, dia 22, o departamento Jurídico do CIESP Jundiaí vai promover um encontro para debater Recuperação Judicial das empresas em face ao período pós-pandemia. O evento, que será híbrido, com transmissão simultânea pela plataforma teams, será promovido com apoio da OAB Jundiaí – Comissões de Advocacia Empresarial e de Recuperação Judicial. Sob a coordenação e mediação da diretora Jurídica…

Continuar lendo

Empregos

Vagas de emprego: Covabra realiza processo seletivo no Espaço Jundiaí Empreendedora 

Os interessados pelas vagas têm que ter ensino médio completo e precisam comparecer no local munidos de currículo impresso, carteira de trabalho e demais documentos pessoais.

Publicado

em

185 vagas de empregos estão abertas (Foto: Prefeitura de Jundiaí)

Jundiaí em parceria com o portal Jundiaí Empreendedora e a rede de supermercados Covabra, realiza na quinta-feira (23) e sexta-feira (24) processo seletivo para o preenchimento de 185 vagas para cargos diversos. O processo seletivo acontece no Espaço Jundiaí Empreendedora no Maxi Shopping. A seleção será das 10h até 16h. Os interessados pelas vagas têm que ter ensino médio completo…

Continuar lendo

Empregos

Assaí tem vagas de emprego: veja como participar de processo seletivo com 290 vagas abertas em Itatiba

Todas as posições de trabalho são efetivas, elegíveis a pessoas com deficiência e abrangem diferentes áreas e níveis de experiência, com funções técnicas, operacionais e de lideranças.

Publicado

em

Fachada do Assaí Atacadista. Foto: Divulgação
Todas as posições de trabalho são efetivas, elegíveis a pessoas com deficiência e abrangem diferentes áreas e níveis de experiência, com funções técnicas, operacionais e de lideranças. (Foto: Divulgação)

A rede atacadistas de supermercados Assaí está com 290 vagas de emprego abertas para a inauguração da unidade em Itatiba. A unidade fica na Avenida Luiz Emanuel Bianchi. Todas as posições de trabalho são efetivas, elegíveis a pessoas com deficiência e abrangem diferentes áreas e níveis de experiência, com funções técnicas, operacionais e de lideranças. Para participar do processo seletivo, basta os…

Continuar lendo

Economia

Presidente da Petrobrás pede demissão

O executivo assumiu a presidência da Petrobras no dia 14 do mês passado. Substituto interino ainda será definido pelo Conselho de Administração da empresa.

Publicado

em

Presidente da Petrobrás
Presidente da Petrobrás pede demissão (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)

A Petrobras informou, nesta segunda-feira (20) que José Mauro Coelho pediu demissão do cargo de presidente da empresa, logo após a mais recente alta da gasolina e do diesel. "A nomeação de um presidente interino será examinada pelo Conselho de Administração da Petrobras a partir de agora", disse a companhia em comunicado publicado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) José Mauro Ferreira Coelho é…

Continuar lendo