Governo de SP anuncia redução do ICMS e preço médio da gasolina deve ficar abaixo de R$ 6,50 
Conecte-se conosco

Economia

Governo de SP anuncia redução do ICMS e preço médio da gasolina deve ficar abaixo de R$ 6,50 

Decisão segue lei federal sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro. Rodrigo Garcia disse que estado perderá mais de R$ 4 bilhões por ano com arrecadação.

Publicado

em

Atualizado há

Carro sendo abastecido em posto de combustível
Governo de SP anuncia redução do ICMS e preço médio do combustível deve ficar abaixo de R$ 6,50 (Foto: Freepik/ ropisme)

O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), anunciou nesta segunda-feira (27) que o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da gasolina irá cair de 25% para 18%. A decisão segue o que determina a lei federal sancionada na semana passada pelo presidente Jair Bolsonaro.

“Se hoje temos uma gasolina num preço médio de R$ 6,97, teremos um preço médio abaixo de 6,50 com essa decisão”, disse Garcia.

São Paulo é o primeiro estado do país a se enquadrar na nova lei. O ICMS é um imposto estadual, compõe o preço da maioria dos produtos vendidos no país e é responsável pela maior parte dos tributos arrecadados pelos estados.

A nova regra recebeu críticas de estados e municípios pela perda de arrecadação. Em São Paulo, segundo o secretário da Fazenda, Felipe Salto, a perda estimada é de R$ 4,4 bilhões ao ano.

“Nós temos uma política de preços que é da Petrobras, que é nacional, portanto o governo de São Paulo aplica essa redução nas alíquotas, comprometendo investimentos na saúde, educação e outras áreas”, disse o governador.

A arrecadação do ICMS possui um orçamento vinculado a ele, com porcentagens definidas, como 30% para a educação e 12% para a saúde. “Então, quando você reduz a arrecadação de ICMS, você tira R$ 1,2 bilhão da educação, cerca de R$ 600 milhões da saúde e assim sucessivamente”, afirmou Garcia.

O governador disse ainda que com essa redução espera que a Petrobras e o governo federal evitem aumentar os preços da gasolina no país de forma recorrente como tem acontecido.

“O ICMS não é e nunca foi o vilão do preço de combustível nesse país”, disse Garcia.

Preço na bomba

Apesar da redução, cabe aos postos de gasolina a decisão de repassar a diminuição do valor para as bombas de gasolina.

“Vivemos num país capitalista, liberal, sem controle de preços. O que o Procon pode e vai fazer é a divulgação dos preços médios para identificar os postos que estão repassando a redução do ICMS na ponta e os que não estão repassando. Mas não pode multar, fazer nada além dessa divulgação”, disse o governador.

Empregos

Jundiaí alcança seis meses com saldo positivo em geração de emprego em 2022

Junho contabiliza saldo positivo de 649 vagas, sendo o setor de Serviços o que mais gerou empregos

Publicado

em

Carteira de trabalho
Jundiaí segue com 18 meses positivos no saldo (Foto: Prefeitura de Jundiaí)

Mais um mês para Jundiaí comemorar dados positivos. O saldo na balança de empregados e desempregados, aferido pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) para o mês de junho é positivo, colocando Jundiaí numa sequência de seis meses positivos no ano de 2022 e 18 meses de positividade desde janeiro de 2021. As ferramentas de apoio para os empregadores…

Continuar lendo

Economia

Petrobras anuncia nova redução no preço do diesel

Preço do litro vendido às distribuidoras terá redução de 4,07%, mas ainda é 55,39% maior que o praticado no final de 2021.

Publicado

em

Diesel
Redução no preço do diesel (Foto: Miguel Perfectti/Canva)

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (11) uma nova redução no preço do diesel vendido às distribuidoras. A partir desta sexta-feira (12), o litro do diesel passa a ser vendido a R$ 5,19. Sendo assim, uma redução de R$ 0,22, ou 4,07%, em relação aos atuais R$ 5,41. Os preços dos demais combustíveis seguem inalterados. É a segunda queda seguida anunciada no preço do…

Continuar lendo

Empregos

Empregos: Jundiaí Empreendedora tem 1,3 mil vagas disponíveis

Os interessados devem acessar o portal Jundiaí Empreendedora, no ícone Empregabilidade.

Publicado

em

Jundiaí empreendedora
Jundiaí empreendedora tem mais de 1,3 vagas disponíveis (Foto: Prefeitura de Jundiaí)

Nesta quinta-feira (11), o Portal Jundiaí Empreendedora da Prefeitura de Jundiaí está com 1.393 vagas de emprego disponíveis para a população. Destas, 101 são vagas específicas para pessoas com deficiência. A atualização das ofertas de vagas é realizada permanentemente. As vagas são diversas, confira: Auxiliar administrativo;Operador de caixa;Oficial de manutenção;Vendedor;analista de recursos humanos;Pedreiro, soldador Agente de segurança; Farmacêutico;Auxiliar contábil;Auxiliar de…

Continuar lendo

Economia

Dia dos Pais: comerciantes devem apostar na facilidade do pagamento

60% dos entrevistados pretendem parcelar o presente.

Publicado

em

Pesquisa ACE dia dos pais (Foto: Prefeitura de Jundiaí)

De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto de Dados da Associação Comercial Empresarial (ACE), o tíquete médio dos presentes para o Dia dos Pais 2022 deve ficar entre R$ 100 e R$ 200. A pesquisa foi realizada com 427 pessoas. “É importante o lojista separar opções mais em conta para oferecer aos consumidores”, diz o presidente da ACE, Mark William…

Continuar lendo

Economia

Bolsonaro veta reajuste de verba para merenda escolar

Presidente também vetou o reajuste do orçamento de institutos e universidades federais e de bolsas de permanência.

Publicado

em

Presidente Jair Bolsonaro
Bolsonaro veta reajuste ao PNAE (Foto: Clauber Cleber Caetano/PR)

Nesta quarta-feira, 10, o presidente Jair Bolsonaro (PL) vetou o reajuste aprovado pelo Congresso do valor repassado a Estados e municípios para a merenda escolar. Também vetou o reajuste do orçamento de institutos e universidades federais e de bolsas de permanência. O veto se refere à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que estabelece as bases para o orçamento do ano…

Continuar lendo
Publicidade