Amor e Horror: 12 filmes para assistir a dois neste Dia dos Namorados
Conecte-se conosco

Entretenimento

Amor e Horror: 12 filmes para assistir a dois neste Dia dos Namorados

Não é por acaso, que muitos filmes de terror envolvem, não apenas essa cor, mas sentimentos amorosos que justifiquem atos de horror

Publicado

em

Atualizado há

Cena de “Mandy: Sede de Vingança” (2018)
Cena de “Mandy: Sede de Vingança” (2018) (Foto: Divulgação)

Vermelho é a cor do amor, da paixão, do coração, do sangue e da fúria. Não é por acaso, que muitos filmes de terror envolvem, não apenas essa cor, mas sentimentos amorosos que justifiquem atos de horror. A paixão não correspondida, a obsessão, a luxuria e a vingança fazem parte da trama de inúmeros filmes do gênero.

Para celebrar a data mais romântica do ano, selecionamos 12 títulos, nem todos relacionados diretamente ao Dia dos Namorados, mas com elementos românticos – e macabros – como pano de fundo da história. 

Sem mais delongas, conheça a relação perfeita para assistir a dois, afinal, nada melhor do que estar pertinho do seu par quando o calafrio percorrer seu corpo!

Todos os filmes estão disponíveis na Darkflix. Você tem coragem?

Dia dos Namorados Macabro (1981)

O Clássico dos clássicos. O melhor filme de terror para a data e um dos melhores e mais subestimados filmes de terror de todos os tempos. Em “Dia dos Namorados Macabro”, um serial killer transforma o dia mais romântico do ano em uma data sangrenta, sádica e mortal. Munido de uma picareta, máscara e roupas de mineração, o assassino inicia uma onda de mortes violentas após o anúncio da volta do famoso baile de dia dos namorados, que não acontecia há vinte anos na pacata cidade de Valentine Bluff.

Após receber o coração de uma das vítimas do psicopata, o delegado e o prefeito decidem cancelar o evento temendo se tratar do retorno de Harry Warden, um minerador que enlouqueceu depois de um terrível acidente na mina onde trabalhava e acabou sendo internado em um hospício. Descontentes, os jovens do local decidem fazer uma festa em segredo no refeitório da antiga mina.

Rádio Zombie (2008)

Nas primeiras horas da manhã do Dia dos Namorados na pequena cidade de Pontypool, Ontário, um motim mortal irrompe no consultório de um médico. As notícias do evento chegam à estação de rádio local, onde Grant Mazzy, um ex-jogador da cidade grande, luta para entender o que está acontecendo.

“Rádio Zombie” é um filme sobre o surto de vírus que envolve zumbis, porém o motivo por trás da contaminação não é o que parece. Embora a trama não abrace a data romântica como o longa anterior da lista, ele ainda traz uma história de amor no enredo.

May – Obsessão Assassina (2002)

“May” parece ter se inspirado em obras como “Carrie, A Estranha” de Stephen King e “Franskestein” de Mary Shelley. O filme conta a história de May, uma jovem tímida e desajustada que passou a vida toda sendo ignorada pelos colegas devido um problema em um de seus olhos.

Quando se torna adolescente, o estrabismo é corrigido e ela passa a viver sozinha. May se apaixona profundamente por um menino que tem mãos perfeitas, mas as dificuldades em se relacionar impedem que ela invista na relação. A jovem decide colocar em prática um plano cruel e insano: criar uma criatura perfeita para chamar de sua. O longa mantém a atenção do espectador até o final e reserva um desfecho perturbador e memorável.

Hospital Massacre (1981)

“Hospital Massacre” possui uma premissa interessante e um suspense muito bem trabalhado. Com mortes misteriosas e sangrentas, o filme passeia pelo genêro slasher e giallo italiano enquanto conta uma história que se passa dentro de um hospital. A bela Susan Jeremy, vivida por Barbi Bentos (seu papel de estreia), vai até o Hospital de Los Angeles para realizar um exame de rotina, porém seus resultados são alterados e ela fica reclusa contra sua vontade no oitavo andar do prédio, em pouco tempo as pessoas que se aproximam da paciente começam a ser mortas. O assassino está em busca de vingança por ter sido rejeitado e ridicularizado por Susan no Dia dos Namorados quando eram crianças.

O Abominável Dr. Phibes (1971)

Vincent Price interpreta o titular Dr. Phibes, um famoso organista de concertos que acreditam ter morrido em um acidente de carro. Ele dirigia a caminho de casa depois de saber sobre a morte de sua esposa durante uma cirurgia. Ele sobrevive ao acidente, mas fica horrivelmente desfigurado. Para se vingar dos cirurgiões que ele acredita serem responsáveis pela morte da sua amada, ele cria um plano elaborado de vingança, que envolve morcegos, abelhas, rãs assassinas, entre outras coisas – tudo em nome do amor. “O Abominável Dr. Phibes é uma comédia de terror irônica, fortemente estilizada e com mortes alegremente elaboradas.

O Mistério de Candyman (1992)

“Sempre foi você, Helen”, a fala estranhamente sedutora e ameaçadora retrata a química entre o antagonista Candyman e Helen, personagem vivida por Virginia Madsen. A trama apresenta uma linha tênue entre amor e ódio, vida e morte. Baseado na obra do grande escritor Clive Barker, “O Mistério de Candyman” traz a história de Helen Buchanan, uma estudante de sociologia que está desenvolvendo uma tese sobre pichações em locais públicos e urbanos. Ela escolhe um conjunto habitacional decadente e vandalizado para centralizar seus estudos. Aos poucos a presença de Candyman é introduzida na trama através de sutis elementos, pinturas aterrorizantes, pichações ameaçadoras e vários assassinatos sem explicações. Helen fica fascinada pela história do fantasma de um escravo que possui um gancho no lugar da mão direita e aparece toda vez que alguém repete cinco vezes o seu nome em frente ao espelho. Durante suas pesquisas, e estudante se envolve em um jogo de gato para desvendar o mistério de Candyman.

Drácula de Bram Stoker (1992)

“Atravessei oceanos de tempo para encontrá-la”, é com frases assim que o terror épico de Francis Ford Coppola transforma o icônico sanguessuga no maior romântico do gênero. Fiel ao romance original de Bram Stoker, a adaptação de Coppols se tornou uma linda obra de terror gótico. A trama conta a história do Conde Drácula, interpretado pelo premiado Gary Oldman, e a sua busca por Mina (Winona Ryder), que ele acredita ser a reencarnação de sua esposa morta há muito tempo. O elenco estrelado também inclui Anthony Hopkins, Keanu Reeves e Tom Waits. Apesar das excelentes atuações, o longa se tornou memorável pelo seu incrível estilo visual que lhe rendeu o Oscar de Melhor Maquiagem e Figurino.

A Colina de Escarlate (2015)

Realizado por Guillermo del Toro e estrelado por Jessica Chastain, Tom Hiddleston, Mia Wasikowska e Charlie Hunnam, “A Colina Escarlate” apresenta um romance gótico que se passa no final do século 19. Apesar dos avisos do fantasma de sua mãe, Edith, uma jovem aspirante a escritora, se casa com o sedutor Sir Thomas Sharpe, deixando para trás os sentimentos que seu amigo de infância nutre por ela. Edith vai morar em uma remota mansão gótica, lá, também vive a misteriosa Lady Lucille, irmã de Thomas. A casa é assombrada e nova moradora decide investigar as aparições fantasmagóricas. À medida que se aproxima da verdade, ela percebe que os verdadeiros monstros são feitos de carne e osso.

Sangue de Pantera (1942)

Neste clássico da década de 1940, acompanhamos a jovem Irena Dubrovna, uma estilista sérvia que vive em Nova York. Após se casar com o arquiteto Oliver Reed, Irena acredita que seu matrimônio está ameaçado por uma antiga maldição que cai sobre as mulheres nascidas em sua terra natal. Como suas ascendentes, ela crê que irá se transformar em uma pantera assim que se entregar a sentimentos intensos de paixão, raiva e ciúmes, colocando a vida de outras pessoas em risco. Para ajudá-la, Oliver contrata um psiquiatra a fim de entender o que está causando estes medos. Seria a maldição real? “Sangue de Pantera” é um terror psicológico urbano e intimista onde o medo é muito mais sentido e imaginado do que visto.

Quando Chega a Escuridão (1987)

Em “Quando Chega a Escuridão”, Kathryn Bigelow estreia como diretora (função que posteriormente lhe rendeu um Oscar por melhor direção, se tornando a primeira mulher a levar esse prêmio na história). Neste sexy faroeste vampiresco, Bigelow lança um olhar moderno sobre as criaturas da noite, ela deixa de lado o misticismo que sempre permeia tais lendas e foca no tom realista. O longa se destaca entre os demais do mesmo gênero por ser cativante e dar uma visão humana sobre os vampiros. Na história, o jovem Caleb conhece Mae, uma moça misteriosa por quem o fazendeiro se sente atraído imediatamente. Juntos os dois embarcam em uma perigosa aventura acompanhados pela “família” de Mae, um grupo de errantes noturnos que semeiam o horror.

Mandy: Sede de Vingança (2018)

Com mais de 40 indicações e 13 prêmios ganhos em Associações de Críticos e Festivais pelo mundo, “Mandy: Sede de Vingança” traz Nicolas Cage em uma de suas melhores atuações. Na trama simples e eficiente, situada em 1983, acompanhamos Red Miller (Cage), um sujeito humilde, que trabalha como lenhador. Sua rotina é monótona, ele vive isolado com sua amada companheira, Mandy (Andrea Riseborough), numa cabana em meio a floresta. Mandy acredita no ocultismo, e adora ler livros sobre bruxaria, seu interesse pelo assunto chama a atenção do líder de um culto religioso que decide sequestra-la. O ato desencadeia a fúria de Red e ele não poupará ninguém até conseguir sua vingança.

Contos do Além – Justiça Poética (1972)

Em “Contos do Além”, inspirados nas HQs da E.C Comics, somos apresentados a cinco curtas-metragens. O terceiro episódio desta clássica antologia é um conto sobre o Dia dos Namorados, que envolve vizinhos terríveis, poesia ruim e sentimentos que perduram além do túmulo. Em “Justiça Poética”, o grande ator Peter Cushing interpreta Edward Grimsdyke, um velho solitário que se torna alvo de uma campanha perversa de seus vizinhos no intuito de fazê-lo se mudar. Edward passa a receber inúmeros cartões de Dia dos Namorados, todos com tons de ameaça.

Fonte: Darkflix

Entretenimento

Jundiaí conquista lugar de destaque com festivais artísticos

Neste mês de julho a cidade receberá o Festival de Música de Jundiaí, que bateu recordes de inscrições de músicos de diversos gêneros.

Publicado

em

Complexo Fepasa
Complexo Fepasa vai ser o palco do Festival de Música de Jundiaí na última semana de julho (Foto: Prefeitura de Jundiaí)

Cada vez mais, a Prefeitura de Jundiaí, através da Unidade de Gestão de Cultura (UGC) investe na realização de festivais artísticos. Depois do sucesso com os Festivais de Dança (Enredança), em abril, Curtas Metragens, em maio e Teatro (Festeju), em junho, o recém lançado Festival de Música de Jundiaí já bateu todos os recordes de inscrição. Ao todo, o Festival de Música teve mais de 370 músicas…

Continuar lendo

Entretenimento

Coral Infantojuvenil Cidade das Crianças, de Jundiaí, está com inscrições abertas

As inscrições estão abertas para crianças de sete a 11 anos, de toda a cidade. Confira.

Publicado

em

Coral Infantojuvenil
O núcleo do Coral Infantojuvenil da Vila Alvorada faz parte do projeto de descentralização das oficinas culturais da UGC (Foto: Prefeitura de Jundiaí)

A Unidade de Gestão de Cultura (UGC) de Jundiaí abriu as inscrições gratuitas para o Coral Infantojuvenil “Cidade das Crianças”. O núcleo descentralizado da Vila Alvorada recebe inscrições de crianças de sete a 11 anos, de toda a cidade. Assim, os responsáveis pelas crianças interessadas devem se inscrever neste formulário online, até o dia 31 de julho. De acordo com…

Continuar lendo

Entretenimento

Festival ‘Come o Quê?’ ganha edição temática junina

O evento, que tem entrada gratuita, reunirá no Clube São João diferentes expositores adeptos do veganismo e da sustentabilidade.

Publicado

em

o Festival contará com uma programação especial para toda a família (Fotos: Divulgação/Festival Come O Quê?)

A 12ª edição do Festival ‘Come o Quê? será em clima de arraiá, no dia 10 de julho, das 10h às 17h. O evento, que tem entrada gratuita, reunirá no Clube São João diferentes expositores adeptos do veganismo e da sustentabilidade, que irão vender artesanatos, cosméticos, roupas, sapatos e acessórios. Também haverá um estúdio de tatuagem, com desenhos flash day…

Continuar lendo

Entretenimento

Mundo das Crianças terá programação especial de férias

A programação tem início nesta sexta-feira (1º) e vai de exposições a brincadeiras com os monitores, e estará disponível durante todo o mês de férias escolares.

Publicado

em

O objetivo é proporcionar aos visitantes, durante o período de férias, atividades educacionais. (Foto: DAE Jundiaí)

Quem visitar o Mundo das Crianças no mês de julho vai poder participar das atividades especiais de férias promovidas no parque. A programação tem início nesta sexta-feira (1º) e vai de exposições a brincadeiras com os monitores, e estará disponível durante todo o mês de férias escolares. O objetivo é proporcionar aos visitantes, durante o período de férias, atividades educacionais e…

Continuar lendo

Entretenimento

Domingo tem tardezinha com muito samba e pagode na Av. 9 de Julho

O objetivo é proporcionar uma tarde com direito a muito samba e pagode em um ambiente descontraído e com muita animação para curtir com os amigos e família.

Publicado

em

Wesley Cássio
Wesley Cássio tem 32 anos e é natural de Jundiaí. Além de cantor e compositor, é presidente e intérprete na escola de samba Mocidade Agapeama. (Foto: Divulgação)

Neste domingo (26), a produtora “Papo de Sambista” promoverá o evento Tardezinha com o cantor Wesley Cássio no endereço mais agitado de Jundiaí, a Avenida Nove de Julho. O objetivo é proporcionar uma tarde com direito a muito samba e pagode em um ambiente descontraído e com muita animação para curtir com os amigos e família. Wesley Cássio Wesley Cássio…

Continuar lendo