Parceria entre Coca-Cola e Tera Ambiental transforma resíduos industriais em fertilizantes em Jundiaí
Conecte-se conosco

Meio Ambiente

Parceria entre Coca-Cola e Tera Ambiental transforma resíduos industriais em fertilizantes em Jundiaí

O Dia Mundial da Reciclagem, celebrado em 17 de maio, destaca o crescente foco das empresas no desenvolvimento sustentável

Publicado

em

Atualizado há

Foto: Divulgação

O Dia Mundial da Reciclagem, celebrado em 17 de maio, destaca o crescente foco das empresas na economia circular e o desenvolvimento sustentável. Uma parceria importante nesse sentido é a da Coca-Cola FEMSA Brasil e da Tera Ambiental, que convertem os resíduos gerados da produção de bebidas em fertilizantes orgânicos compostos.

Esse tipo de compromisso com a sustentabilidade reflete uma tendência presente na sociedade. Pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV) mostra que um terço dos consumidores brasileiros alterou seus hábitos de compra em função de preocupações ambientais. Para 41% desses consumidores, as mudanças são permanentes.

A crescente demanda por transparência ambiental por parte das empresas reflete o desejo do público de ver um comprometimento real com a preservação do meio ambiente. Esta preocupação coletiva está gradualmente impactando todos os setores da indústria, incluindo o ramo de bebidas, levando as companhias a incluírem em sua gestão indicadores pautados nos princípios da governança ambiental, social e corporativa (ESG).

Transformando desafios em oportunidades

Tal mobilização é necessária, considerando que em 2020, o setor industrial brasileiro produziu 1,86 bilhão de quilos de resíduos não perigosos, incluindo resíduos orgânicos. Os dados são do Inventário Nacional de Resíduos Sólidos, que integra o SINIR (Sistema Nacional de Informações).

A Coca-Cola FEMSA Brasil em sua fábrica em Jundiaí, é considerada a maior da marca no mundo em volume de produção. Esta unidade é reconhecida pela sua eficiência na economia de água na produção de bebidas, e também por sua gestão sustentável de resíduos pós-industriais. Por meio da parceria com a Tera Ambiental, os efluentes gerados durante o processo de produção são tratados e transformados em fertilizantes de alta qualidade, enquanto os líquidos tratados são devolvidos ao meio ambiente em conformidade com as leis ambientais.

Em 2023, a Tera processou 2.620 metros cúbicos de efluentes da Coca-Cola FEMSA, gerando 177 toneladas de lodo e 48 toneladas de resíduos orgânicos compostados, resultando em 86 toneladas de adubo de alta qualidade.

O tratamento adequado dos efluentes ajuda a reduzir a poluição da água, além de oferecer solução sustentável para o manejo de resíduos industriais. O fertilizante orgânico produzido a partir de lodos industriais e sanitários é uma alternativa segura para a agricultura, promovendo a regeneração do solo e contribui para a produção agrícola ambientalmente sustentável.

Lívia Baldo, especialista em gestão de resíduos e diretora comercial da Tera Ambiental, destaca: “Essa parceria é um exemplo do potencial transformador da colaboração entre empresas na busca por soluções sustentáveis. Ao transformar os efluentes em fertilizantes, reduzimos o impacto ambiental e contribuímos para a economia circular e o desenvolvimento sustentável”.

“‌Ao celebrarmos o Dia Mundial da Reciclagem, é importante reconhecer o papel crucial que a inovação e o compromisso com a sustentabilidade desempenham na criação de um futuro mais verde e saudável”, enfatiza Lívia. “A reciclagem de efluentes e a produção de fertilizantes orgânicos são exemplos inspiradores de como podemos transformar desafios ambientais em oportunidades para promover a saúde do planeta e das gerações futuras”, conclui.‌‎

Meio Ambiente

‘Reuso da água’ é tema de seminário técnico para o setor industrial da região de Jundiaí

O objetivo do seminário técnico é apresentar soluções e tecnologias para produção de água de reuso por meio do tratamento dos efluentes. Saiba mais.

Publicado

em

Por

O evento acontecerá no dia 23 de maio, às vésperas do Dia da Indústria (25) (Foto: Freepik / imagem gerada por IA)

No dia 13 de junho, o Grupo Opersan realizará o seminário técnico Conexão Opersan, voltado para o setor industrial da região de Jundiaí e Campinas. O objetivo é apresentar soluções e tecnologias para produção de água de reuso através do tratamento dos efluentes. O seminário é direcionado a profissionais e gestores das indústrias de artefatos de borracha, agroindústria, automotiva, química,…

Continuar lendo

Meio Ambiente

Olhos da Serra: 2ª fase fortalece projetos e aumenta área mapeada da Serra do Japi

Publicado

em

Por

Vânia Plaza Nunes, superintendente da Fundação Serra do Japi, reforça a importância do projeto (Foto: Prefeitura de Jundiaí)

A 2ª fase do “Olhos da Serra”, que tem como objetivo a conservação de mais de 2 mil hectares da Serra do Japi, foi concluída nesta quinta-feira (21) com projetos de educação ambiental e monitoramento fortalecidos. O trabalho é realizado com ações de mapeamento de satélite, monitoramento por câmeras e placas de sensibilização e conscientização espalhadas por pontos estratégicos da…

Continuar lendo

Meio Ambiente

Nova onda de calor deve atingir o Brasil na próxima semana, com previsão de ‘dias escaldantes’

Esta é a terceira onda de calor no país em 2024; confira qual a previsão para Jundiaí

Publicado

em

Por

Foto: Canva

Após a breve passagem de uma frente fria pelas regiões Sul e Sudeste, uma nova onda de calor deve atingir o Brasil nos próximos dias, a terceira deste ano. A perspectiva é de que as temperaturas fiquem até 5ºC acima da média em algumas regiões do país, entre os dias 11 e 15 de março. Segundo informa o Climatempo, o…

Continuar lendo

Meio Ambiente

Falta de conhecimento ou descaso? Descarte incorreto de lixo causa problemas de saneamento

Publicado

em

Por

Por: Bruna Bozano. O descarte de óleo e de resíduos de alimentos no ralo da pia da cozinha ainda é comum no Brasil, embora grande parte da população já esteja ciente de que esta não é a melhor forma de realizá-lo. Como se desfazer do óleo utilizado ainda não é tão simples e depende que alguém vá retirá-lo na casa…

Continuar lendo

Meio Ambiente

Governo de SP apresenta maior usina solar flutuante do país na represa Billings

Tecnologia contribui para desenvolvimento de matriz elétrica mais limpa e renovável; até 2025, investimento vai atingir R$ 480 milhões

Publicado

em

Por

Governo de SP apresenta maior usina solar flutuante do país na represa Billings. Foto: Governo de SP

O Governo de São Paulo avançou no setor de energia limpa e renovável com a inauguração, nesta quarta-feira (17), da primeira etapa da Usina Fotovoltaica Flutuante (UFF Araucária), localizada na represa Billings, na capital. Com 10,5 mil placas solares sobre a superfície da água e um investimento inicial de R$ 30 milhões, a usina é agora a maior do Brasil…

Continuar lendo
Publicidade