Homem transforma fazenda em abrigo com todos os tipos de animais
Conecte-se conosco

Mundo Pet

Homem transforma fazenda em abrigo com todos os tipos de animais

Ele possui cerca de 20 cachorros, além de vários gatos, cabras, burros, pássaros entre outros

Publicado

em

Atualizado há

Foto: mertakkoek

A necessidade de ajudar animais vadios mudou a vida de Mert Akkök, da Turquia, que tem um abrigo particular para animais em sua fazenda perto de Istambul. Seu santuário animal recebe animais que precisam de amor e cuidado extra, e vai muito além de apenas cães ou gatos, já que Mert tem cerca de 20 cachorros, além de vários gatos sim, mas também cabras, burros, pássaros e outros animais se abrigam lá.

Akkök torna sua rotina diária cuidar de todos eles, estejam eles doentes, incapacitados ou simplesmente sem-teto antes de encontrarem o caminho para seu abrigo. Ele faz questão de dar a cada um de seus animais o amor extra de que precisam, pois todos vivem juntos como uma grande família.

O portal Bored Panda procurou Mert para saber um pouco mais sobre os animais que ele resgatou até agora. “Tenho entre 10 e 20 cães na minha fazenda. Eu os resgato de ferros-velhos, florestas, áreas rurais fora da cidade. Tento encontrar um lar para eles. Alguns deles ficam comigo para sempre. Principalmente os muito velhos e doentes. Ninguém quer adotá-los. Além disso, tenho 46 gaivotas deficientes, um cavalo cego, três gansos (eles têm uma longa história), três gatos e só hoje adotei um burro bebê. Por enquanto, tenho 23 cães. A maioria deles são antigos ou deficientes. ”

Queríamos saber um pouco sobre como Mert se tornou a pessoa compassiva e amante dos animais que é hoje. “Eu nasci com isso. Não é algo que decidi ou pensei. É mais como um instinto montado em mim. Não consigo parar de ajudar animais sem-teto. ”

Pensamos que talvez alguns dos animais fiquem com Mert apenas por um determinado período de tempo, no entanto, isso é o que o homem amante dos animais compartilhou conosco: “Eu esbarro nesses animais sozinho. Porque na Turquia o governo não tem permissão para matar animais sem-teto ou colocá-los em abrigos pelo resto da vida. Isso é proibido por lei (o que é muito bom).

Nosso governo tem que esterilizá-los e vaciná-los e depois colocá-los de volta nas ruas. Então, eles estão em toda parte. Qualquer pessoa em Istambul pode ver muitos cães e gatos sem-teto vagando pela cidade. Mas alguns deles são despejados fora da cidade porque são tantos. E esses têm grandes dificuldades para sobreviver. Pessoas como eu (eu não sou o único) tentam levá-los regularmente.

“Você perguntou se há um prazo para eles ficarem comigo … Bem, não, eles ficarão aqui para sempre se não forem readotados. E eu não os daria para quem quer. Eles são como meus filhos agora. Só posso dá-los a pessoas decentes e boas que cuidem muito bem deles. Assim, os leitores, se quiserem, podem entrar em contato comigo no Instagram . Você pode pedir para adotar um dos cães da minha região, não necessariamente da minha fazenda. Existem centenas de cães sem-teto na área onde moro. Acredito que possamos encontrar juntos uma maneira de transferi-los para os EUA”.

“Tenho entre 10 e 20 cães na minha fazenda. Eu os resgato de ferros-velhos, florestas, áreas rurais, etc. Tento encontrar um lar para eles. Alguns deles ficam comigo para sempre ”, disse-nos ele quando questionado sobre os cães

Também estávamos nos perguntando se Mert recebeu algum tipo de ajuda de outras pessoas também. “Este não é o meu trabalho nem o principal da vida. Eu sou um pequeno empreendedor. Possuo e gerencio minha empresa que é uma empresa de consultoria em marketing internacional de serviços de saúde. Eu sou uma pessoa ocupada, mas nas horas em que não estou trabalhando, dedico meu tempo a ajudar esses animais sem-teto (principalmente cães que tentam viver nas florestas, ferros-velhos, áreas do campo por conta própria sem ninguém cuidar deles. Temos matilhas deles por toda parte). ”

Também estávamos curiosos sobre como era a vida de Mert antes de ele se mudar para a fazenda. “No passado, eu morava na cidade e ia para a periferia da cidade ajudar esses cães sem-teto nos finais de semana. Alguns desses cães eu mesmo adotei porque não pude deixá-los onde moravam. Eles precisavam de cuidados. Então comecei com um cachorro e quando o número de meus cães chegou a cinco, decidi me mudar para uma aldeia e me instalar em uma fazenda. Porque queria dar mais espaço aos meus cães e adotar mais deles. Depois que me mudei para a casa da fazenda. Trouxe mais cães que precisavam de cuidados e proteção especial. E adotei um cavalo cego. Ela era um bebê quando a adotei. Agora ela tem 3 anos”, disse.

Fonte: Bored Panda

Mundo Pet

Cachorros param no meio de trânsito movimentado para proteger amigo atropelado

Testemunhas disseram que os quatro cães não pareciam entender que seu amigo estava morto, e estavam em volta de seu corpo para protegê-lo.

Publicado

em

Cachorros no meio da rua
O caso aconteceu na China e um vídeo mostra carros passando muito perto dos cachorros, que não se movem (Foto: Reprodução/Youtube)

Cinco cachorros de rua encenaram uma cena comovente em uma estrada movimentada depois que um dos amigos acabou atropelado. Os animais estavam atravessando a rua em Lanzhou, no centro da China, quando um dos cães foi atingido. Apesar de chegarem em segurança do outro lado, os quatro cães correram de volta para o lado de seu amigo enquanto os carros…

Continuar lendo

Mundo Pet

Porquinho-da-Índia mastiga cabelo de tutora enquanto ela dormia: ‘ela estava com inveja’, brinca

Ironicamente, a tutora é cabeleireira e o porquinho-da-índia é de uma espécie que não tem pelos.

Publicado

em

Mulher e porquinho-da-índia
Gara contou que decidiu tirar uma soneca com seu porquinho-da-índia no chão do quarto, e acordou com um corte de cabelo novo (Foto: Arquivo Pessoal/Kennedy News and Media)

Uma cabeleireira viralizou no TikTok depois de relatar que seu porquinho-da-índia mastigou um pedaço de sua franja enquanto ela dormia. Gara Sullivan explicou que voltou para casa depois de um jantar, um pouco embriagada. Assim, decidiu tirar uma soneca junto de seu roedor de estimação, Dixie, no chão de seu quarto. A mulher adormeceu rapidamente e na manhã seguinte, levou…

Continuar lendo

Mundo Pet

Gatinho se esconde em motor de carro alheio no litoral e viaja até São Paulo

A tutora do felino disse que a dona do carro saiu da Praia Grande, e só encontrou o gato no carro ao parar para uma revisão em uma oficina em SP.

Publicado

em

Gato preto e branco
O gatinho escapou de sua casa na Praia Grande e se escondeu no motor de um carro, que o levou até a capital paulista (Foto: Antônio Cassimiro/PG No Grau)

Nino é um gato medroso que vive com a família no litoral, mas na semana passada pegou uma "carona" até São Paulo, no motor de um carro. Francis Carla Anselmo, tutora de Nino, contou ao g1 que o gato costuma sair pela janela para ir até o apartamento da mãe dela, ao lado. Na manhã do dia 11 de maio,…

Continuar lendo

Mundo Pet

Homem vai em evento de adoção e reencontra cachorro que havia perdido há anos

“Ela simplesmente apareceu e estava abanando a cauda como louca”, contou o tutor.

Publicado

em

Homem brincando com cachorro
O homem viu uma foto do cachorro no anúncio da feira de eventos e correu para se certificar que era, de fato, seu pet (Foto: Shannon McCann/The Dodo)

Shannon McCann e Nick Pizio não tinham planejado adotar outro cachorro. Mas Nick se deparou com um post no Facebook que mudaria suas vidas para sempre. Enquanto passava pela rede social, ele viu um anúncio para um evento de adoção e imediatamente reconheceu um dos cães nas fotos. O cachorro se parecia com Lucy - um cachorro de abrigo que…

Continuar lendo

Mundo Pet

Cachorra encontra dentadura no quintal e diverte o tutor: ‘quase morri de rir’

O tutor do cachorro não usa dentadura, então o momento foi ainda mais surpreendente quando cachorro apareceu com “dentes novos”

Publicado

em

Cachorro usando dentura
Pandora foi adotada após ser abandonada em mais seis filhotes em uma caixa (Foto: Lucas Alves Magalhães)

Era uma dia comum para Lucas Alves Magalhães, mas tudo mudou quando viu sua cachorra, Pandora, com algo diferente na boca. O tutor contou que quase morreu de rir quando viu que a pet estava com uma dentadura na boca. O psicólogo não perdeu tempo, e aproveitou a cena inusitada - e hilária - para tirar fotos de Pandora. De…

Continuar lendo