China enfrenta novo surto de Covid e governo pede para que pessoas estoquem comida
Conecte-se conosco

Coronavírus

China enfrenta novo surto de Covid e governo pede para que pessoas estoquem comida

O país segue com números baixos de infecção, mas o governo chinês mantém estratégias de tolerância zero ao novo coronavírus.

Publicado

em

Atualizado há

Mulher em supermercado com máscara
O governo também ordena que as autoridades garantam o fornecimento apropriado de alimentos durante o período (Foto: rawpixel.com/Freepik)

Recentemente, a China tem enfrentado surgimento de novos casos de Covid-19 e, por isso, o governo chinês divulgou um comunicado solicitando que os cidadãos estoquem comida e suprimentos para emergências.

Além disso, as autoridades também foram ordenadas a tomar medidas que garantam o fornecimento suficiente de alimentos neste período.

O comunicado foi divulgado através da internet, mas o governo da China não esclareceu se a medida de estoque é para precaução de um possível desabastecimento, que pode ser causado pelas restrições que dificultarão os transportes de carga.

Tolerância Zero

A imprensa chinesa ainda divulgou uma lista de itens recomendados para o estoque, como biscoitos, macarrão instantâneo, vitaminas e lanternas.

Assim que o governo divulgou o comunicado, a população da China correu para comprar itens como arroz, óleo de cozinha e sal. Vendo o desespero dos moradores, a imprensa tentou acalmá-los, e o jornal Economic Daily avisou que o aviso do governo tinha como objetivo “garantir que os cidadãos não fossem pegos de surpresa se houvesse um lockdown em sua região”.

O governo de China segue uma estratégia de tolerância zero para a Covid, adotando medidas cada vez mais rígidas como o fechamento das fronteiras, lockdowns ou grandes períodos de quarentena, mesmo que os índices de infecção pela doença estejam relativamente baixos no país.

Coronavírus

Franco da Rocha libera 4ª dose da vacina contra Covid para pessoas a partir de 18 anos

Para ser vacinado, é preciso já ter recebido a terceira dose há pelo menos quatro meses e levar a carteirinha de vacinação com o carimbo da dose anterior e um documento com foto

Publicado

em

vacinacao-covid-ubs-vila-hortolandia_jundiai

A Prefeitura de Franco da Rocha, por meio da Secretaria de Saúde, liberou a segunda dose de reforço, ou a quarta dose da vacina contra a Covid19 para pessoas maiores de 18 anos. Para ser vacinado, é preciso já ter recebido a terceira dose há pelo menos quatro meses e levar a carteirinha de vacinação com o carimbo da dose…

Continuar lendo

Coronavírus

Vacinação contra Covid19 prossegue nas UBSs em Jundiaí

O objetivo é alavancar a aplicação das vacinas em crianças e adultos, além das demais vacinas que possam estar atrasadas.

Publicado

em

Vacinação em Jundiaí

As vacinas contra Covid19 e Influenza permanecem disponíveis durante a semana em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), durante o horário de atendimento das salas de vacinação. Três equipamentos, além da aplicação durante o dia, ainda ofertam atendimento estendido. Na UBS Hortolândia é ofertado atendimento das 17h às 18h, e nas UBSs Agapeama e Tamoio, das 17h30 às 20h30.…

Continuar lendo

Coronavírus

Joe Biden está com Covid-19

Presidente dos Estados Unidos, com 70 anos, tem sintomas leves.

Publicado

em

Presidente dos EUA testou positivo para Covid (Foto: Reprodução/GloboNews)

A Casa Branca informou nesta quinta-feira (21), que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, está com Covid-19. No comunicado, a Casa Branca afirma que o presidente, de 70 anos, apresenta sintomas leves e está tomando um antiviral contra a Covid-19. Biden fez um teste para o vírus nesta manhã, e o resultado veio positivo, segundo Washington. Ainda de acordo com o comunicado,…

Continuar lendo

Coronavírus

Vacinação de crianças de 3 a 5 anos com CoronaVac é recomendada

Um dos estudos clínicos, realizado no Chile, mostrou efetividade de 55% da CoronaVac contra a hospitalização de crianças positivas para Covid-19.

Publicado

em

vacinacao-crianca
Um dos estudos clínicos, realizados no Chile, mostrou efetividade de 55% da CoronaVac contra a hospitalização de crianças positivas para covid-19. Foto: Freepik.

O Ministério da Saúde recomendou a aplicação da vacina CoronaVac, contra Covid-19, para crianças de 3 a 5 anos. Em nota divulgada ontem (15), o ministério afirmou que os estoques já existentes destas vacinas podem ser aplicadas no novo público, contudo, a pasta informou que "segue em tratativas para aquisição de novas doses”. Esta decisão foi tomada após a autorização…

Continuar lendo

Coronavírus

Anvisa aprova CoronaVac para crianças de 3 a 5 anos

Agência seguiu recomendação das áreas técnicas e autorizou a imunização com duas doses da vacina.

Publicado

em

Vacina CoronaVac (Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta quarta-feira (13) a autorização da aplicação da vacina CoronaVac em crianças de 3 a 5 anos. A decisão foi unânime: todos os diretores da agência deram voto favorável à autorização da aplicação.  Veja, abaixo, cinco pontos de destaque da aprovação:  CoronaVac está liberada para crianças a partir de 3 anosAplicação está autorizada…

Continuar lendo
Publicidade