TDAH: especialista alerta sobre a importância do diagnóstico clínico
Connect with us

Saúde

TDAH: especialista alerta sobre a importância do diagnóstico clínico

A distração, comum em situações de estresse e sobrecarga de atividades, não deve ser confundida com o transtorno neurobiológico

Published

on

Atualizado há

O neurocirurgião Dr. Denis Isao Ueoka, do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo. Foto: Hospital São Vicente

Em um cenário onde as redes sociais se tornaram uma fonte predominante de informação, é crucial questionar a qualidade e a veracidade dos conteúdos consumidos. As plataformas digitais oferecem uma vasta gama de informações, desde entretenimento e notícias relevantes até a disseminação de fake news.

Recentemente, a Neurodiversidade, conceito que abrange diferentes modos de funcionamento da mente humana, incluindo o Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), tem sido mal interpretada, causando confusão entre a população. O neurocirurgião Dr. Denis Isao Ueoka, do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV), destaca a importância de um diagnóstico clínico adequado, afastando a possibilidade de autodiagnósticos baseados em suposições.

TDAH ou desatenção natural?

A vida moderna, repleta de sobrecarga de informações e situações estressantes, frequentemente leva à distração, uma resposta natural do ser humano a tais estímulos. No entanto, nem todas as distrações indicam TDAH. O transtorno neurobiológico, de causas genéticas, é caracterizado por sintomas como falta de atenção, inquietação e impulsividade, surgindo na infância e podendo persistir na vida adulta. Um diagnóstico correto e o tratamento adequado são essenciais, pois o TDAH pode impactar significativamente o desenvolvimento do paciente.

“Existe uma região do cérebro responsável por inibir alguns comportamentos. Na criança, é bastante comum a distração excessiva. Elas ficam com as mãos e pés agitados, inquietas e têm dificuldade de permanecer sentadas, especialmente durante atividades escolares, além de apresentarem dificuldade de seguir instruções e cumprir tarefas. Cabe aos professores observar esses comportamentos e aos pais ficarem atentos, especialmente se houver histórico familiar”, explica Dr. Denis.

Causas e fatores de risco

Embora não haja estudos conclusivos que confirmem a transmissão genética do TDAH, há uma prevalência maior entre parentes de crianças com a condição. Pesquisas indicam que gêmeos univitelinos têm uma maior tendência a manifestar a doença, mas a causa genética exata permanece incerta. “Outros possíveis fatores etiológicos incluem o uso de álcool e drogas durante a gravidez, sofrimento fetal e exposição ao chumbo, embora nenhuma dessas causas tenha uma evidência sólida como principal responsável pelo desenvolvimento do TDAH”, comenta Dr. Denis.

Tratamento

A terapia cognitivo-comportamental é uma das abordagens principais para o tratamento do TDAH. A colaboração com psicoterapeutas e, em alguns casos, fonoaudiólogos é essencial para investigar outras condições, como déficits auditivos. As técnicas de terapia cognitiva ajudam a aumentar a capacidade de atenção e a desenvolver as atividades propostas. É fundamental que essas ações sejam bem direcionadas, pois crianças com TDAH se dispersam facilmente e têm uma necessidade constante de interromper atividades.

Além da terapia, medicamentos específicos são frequentemente usados para ajudar a melhorar o desempenho das crianças, reduzindo a impulsividade e a hiperatividade e aumentando a concentração. No entanto, Dr. Denis alerta sobre o uso irresponsável de medicações como a Ritalina, especialmente entre adultos que, devido a dificuldades no trabalho, ansiedade ou depressão, recorrem ao uso inadequado do medicamento. “Embora existam adultos com TDAH, é essencial uma avaliação criteriosa para identificar os fatores que contribuem para o baixo desempenho. O acompanhamento médico é indispensável”, conclui Dr. Denis.

Bem-estar

Treino de pernas: confira o guia completo com os melhores exercícios

O professor Pedro Augusto Mizani, da Academia Céltica, explica porquê treinar pernas, frequência ideal de treinos e dicas de exercícios. Saiba mais.

Published

on

Treino de pernas
Foto: Canva

"Negligenciar o treino de pernas é como construir uma casa sem alicerces", afirma o professor Pedro Augusto Mizani, da Academia Céltica. Pular o treino de pernas é um erro comum, mas com consequências sérias. Mais do que definir músculos por motivo estético, fortalecer as pernas é crucial para a saúde geral, mobilidade e desempenho em diversas atividades. Neste guia, o…

Continue Reading

Saúde

Suplementação de ômega-3 em excesso pode aumentar o risco cardiovascular, sugere estudo

Pesquisadores apontam que o consumo exagerado dessa gordura aumenta a fibrilação atrial, que pode desencadear o AVC; o uso deve ser feito com prescrição médica 

Published

on

Mulher segurando cápsula de ômega 3
Uso de ômgea-3 deve ser feito com prescrição médica. Foto: Canva

Por Regina Célia Pereira, da Agência Einstein Um trabalho publicado em maio no periódico científico BMJ Medicine levantou uma discussão sobre o consumo de suplementos de ômega-3 na proteção cardiovascular. Entre os achados, observou-se o elo entre o exagero nas doses de suplementação e o risco aumentado de fibrilação atrial – um tipo de arritmia cardíaca que pode desencadear o…

Continue Reading

Saúde

Saiba como é a legislação sobre aborto pelo mundo

Published

on

Protesto com placas sobre direitos reprodutivos e aborto; uma diz 'Criança não é mãe'. Legislação sobre aborto pelo mundo.
Manifestantes em defesa dos direitos reprodutivos destacam as complexidades da legislação sobre aborto ao redor do mundo. - Foto: Paulo Pinto/Agencia Brasil

Descubra como a legislação sobre aborto varia pelo mundo. Saiba onde o aborto é permitido, os limites gestacionais e as condições específicas em diferentes países, incluindo o Brasil. Em muitos países, a legalidade do aborto varia significativamente, desde permissões amplas mediante solicitação da gestante até proibições totais. Este artigo detalha como diferentes nações regulam o aborto, os limites gestacionais permitidos…

Continue Reading

Saúde Pública

Vacinação contra a dengue em Jundiaí começa na segunda-feira para crianças e adolescentes

Crianças e adolescentes de 10 a 14 anos poderão se vacinar em três postos de saúde na cidade.

Published

on

Profissional de saúde preparando seringa com vacina contra a dengue em Jundiaí, focada na imunização de crianças e adolescentes.
O esquema vacinal é de duas doses com intervalo de três meses entre elas - Foto: Prefeitura de Jundiaí

Jundiaí dá um importante passo na luta contra a dengue e inicia, na próxima segunda-feira (17), a vacinação contra a dengue em Jundiaí para crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos. A iniciativa visa reduzir as hospitalizações e óbitos decorrentes da doença, que já acumula 21.651 casos e nove óbitos na cidade. Locais e horários de vacinação As doses…

Continue Reading

Bem-estar

Para atletas e não atletas: CrossFit DaMata de Jundiaí une comunidade com foco na saúde

No CrossFit Damata, você encontrará muito mais do que um treino intenso e eficaz. Você fará parte de uma comunidade vibrante e acolhedora. Conheça.

Published

on

Grupo de pessoas reunidas em uma academia de CrossFit, identificada como CrossFit DaMata de Jundiaí. O grupo é composto por homens, mulheres e crianças.

Cansado da monotonia da academia tradicional? Busca um treino desafiador e dinâmico que te ajude a alcançar seus objetivos de forma eficiente e divertida? Então o CrossFit DaMata é o lugar ideal para você! Localizado em Jundiaí, o box oferece aulas de CrossFit para todos os níveis de condicionamento físico, desde atletas profissionais e amadores até iniciantes que buscam melhorar…

Continue Reading