SAMU de Jundiaí completa 16 anos com mais de 260 mil atendimentos
Connect with us

Jundiaí

SAMU de Jundiaí completa 16 anos com mais de 260 mil atendimentos

O SAMU atua 24 horas por dia, sete dias por semana, e desde que iniciou suas atividades, nunca parou.

Published

on

Atualizado há

Socorristas: habilidade para socorrer e dirigir as unidades móveis
Leandro e o enfermeiro Luis: depois de ser socorrido, amizade já dura cinco anos (Foto: Reprodução/SAMU Jundiaí)

Nesta sexta-feira (27), o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Jundiaí completa 16 anos, com 263 mil atendimentos realizados ao longo de sua história. O serviço foi criado em 2005 na cidade, e hoje é um dos principais responsáveis pela qualidade da assistência em saúde prestada aos pacientes de Jundiaí.

Com um atendimento eficiente, as perguntas certas, por profissionais capacitados, agilidade, empatia e transporte correto, milhares de vidas foram salvas pelo SAMU Jundiaí. O médico Mario Jorge Kodama, que coordena o SAMU desde 2013, reforça uma das conquistas do serviço, a troca das viaturas de atendimento, o que possibilita o trabalho mais seguro e de qualidade.

“Também foi possível a informatização do Centro de Controle Operacional (CCO) e, desde o início, temos desenvolvido um trabalho de aproximação com todos nossos parceiros, como o Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e Polícia Militar. Para o futuro, queremos conquistar uma nova base, com espaço maior, mais confortável, que nos permitirá desenvolver um trabalho ainda melhor”, relata Kodama.

Ocorrências

Atualmente, o SAMU de Jundiaí conta com cinco Unidades de Suporte Básico (USB) e uma Unidade de Suporte Avançado (USA). “Nosso histórico demonstra que 80% dos atendimentos são relacionados a situações clínicas, ou seja, suspeita de AVC (Acidente Vascular Cerebral), infarto, dor no peito, mal súbito e falta de ar“, relata o coordenador. “Geralmente essas ocorrências envolvem pessoas a partir dos 60 anos”, completa.

Além disso, o serviço também atende demandas pediátricas, ginecológicas e obstétricas, psiquiátricas, traumas, acidentes de trânsito e outros. Com isso, somando 20% das ocorrências da cidade. A base do SAMU fica na Av. Antônio Frederico Ozanan e no mesmo local funciona a base do SAEC (Serviço de Atendimento a Pacientes Especiais e Crônicos).

Equipe

O SAMU de Jundiaí é composto por uma equipe especializada, com:

  • 30 médicos;
  • 7 enfermeiros;
  • 26 técnicos de enfermagem;
  • 29 motoristas/socorristas;
  • 1 coordenador médico;
  • 1 coordenador de enfermagem e Centro de Controle Operacional (CCO);
  • 1 coordenador de frota;
  • 1 coordenador administrativo;
  • 1 assistente administrativo;
  • 10 Técnicos Auxiliares de Regulação Médica (TARM);
  • E 7 Rádio Operadores (RO).

O atendimento começa com o recebimento da ligação para o 192. O primeiro contato é com o TARM. Em seguida, os profissionais fazem a regulação médica, com algumas perguntas para definir qual o grau de urgência da solicitação e definir qual a conduta (irá ser encaminhada uma ambulância e qual o seu tipo, USB ou USA, ou até mesmo resolver a demanda por telefone por meio de acolhimento e orientação).

Por fim é feito o despacho da ambulância adequada, pela equipe de rádio operadores.

Rádio Operador é responsável por acionar a unidade móvel destinada a cada ocorrência (Foto: Reprodução/SAMU Jundiaí)

Pandemia

Dr. Kodama já dedicou onze anos ao SAMU, e nove deles na coordenação. Ele revela que o momento mais desafiador que vivenciou foi o início da pandemia da Covid-19.

“Já estamos acostumados a lidar com a instabilidade diária, tudo está tranquilo e de repente, um acidente mobiliza toda a equipe. No entanto, com a pandemia, o SAMU teve que se reinventar. Em pouco tempo tivemos que adequar nossa frota, treinar todos os colaboradores em protocolos de atendimento e segurança de operação, pensar na higienização das viaturas e educar a população sobre os riscos desnecessários de ir para o hospital. Tem sido um grande desafio, que nos tem propiciado muito aprendizado”, relata.

Dr. Mário Jorge Kodama, coordenador do SAMU desde 2013 (Foto: Divulgação/SAMU Jundiaí)

Gratidão

O sentimento de quem já foi atendido pelos serviços do SAMU é de gratidão, como afirma Marlene Ap. Buda de Godoy (67), mãe de Leandro Ferreira de Godoy (35).

Há cinco anos, o SAMU foi acionado para socorrer Leandro, portador de deficiência auditiva associada a distúrbios de comportamento, durante uma crise. “Naquele momento eu me senti muito mal em ver meu filho precisando ser socorrido em uma ambulância e levado para o hospital”, relembra emocionada.

“Porém, depois disso, a nossa vida mudou. O Leandro criou um vínculo muito forte com toda a equipe do SAMU. Recebe carinho e atenção de todos, até ganhou um uniforme”, conta Marlene.

“Hoje, quando ele entra em crise, está agitado ou não quer tomar a medicação, basta eu ir com ele até o SAMU e tudo se resolve, já não precisamos mais ir ao hospital. Isso não tem preço, meu sentimento é de imensa gratidão. Até o aniversário, Leandro faz questão de comemorar no SAMU”, relata.

Marlene, Leandro e o enfermeiro Luis (Foto: Divulgação/SAMU Jundiaí)

Começo de uma amizade

Leandro tem a ajuda de um tutor do SAMU, o enfermeiro Luis Carlos dos Santos, que atua na corporação há 16 anos. “Ele (Leandro) se tornou um amigo. Sempre que ele pode, vem ao SAMU. Eu inicio minhas atividades fazendo a conferência dos itens na viatura e ele sempre me acompanha, fica ao meu lado e eu oriento ele pra dar o ok nos itens. Isso tira um pouco o estresse dele e ele se sente bem”, conta o Luis.

Leandro e o enfermeiro Luis: depois de ser socorrido, amizade já dura cinco anos (Foto: Reprodução/SAMU Jundiaí)

O SAMU funciona 24 horas por dia, sete dias por semana, e desde que iniciou suas atividades, em 2005, nunca parou. Isso representa 5.840 dias de trabalho e 140.160 horas de dedicação ao atendimento pré-hospitalar móvel de urgência.

Jundiaí

Cursos gratuitos em Jundiaí com inscrições abertas no Funss para julho

Fundo Social e Senai oferecem cursos gratuitos em julho; saiba como se inscrever e confira os pré-requisitos.

Published

on

Homem usando computador no escritório, visualizando planilha de cursos gratuitos em Jundiaí oferecidos pelo Funss e Senai.
Inscrições abertas para cursos gratuitos em Jundiaí: confira as datas e detalhes dos cursos. - Foto: Prefeitura de Jundiaí

O Fundo Social de Solidariedade (Funss) de Jundiaí abre inscrições na próxima terça-feira (18) para novos cursos gratuitos, oferecendo oportunidades para quem busca inovar na carreira, empreender ou adquirir novas qualificações. Como se inscrever nos cursos gratuitos em Jundiaí Para participar, os interessados devem acessar o site https://fundosocial.jundiai.sp.gov.br/cursos/vagasabertas/, escolher o curso desejado e preencher o formulário online. É importante ressaltar…

Continue Reading

Jundiaí

Obras do prolongamento da avenida Antônio Frederico Ozanan avançam em Jundiaí

As obras avançam com foco em modernização e melhorias na mobilidade urbana de Jundiaí.

Published

on

Vista aérea das obras de prolongamento da avenida Antônio Frederico Ozanan em Jundiaí, mostrando a margem do rio e infraestrutura urbana.
DAE investe R$ 2,14 milhões no prolongamento da Ozanan, considerada a maior obra de mobilidade da história da cidade - Foto: Prefeitura de Jundiaí

As obras de remanejamento de um emissário de esgoto de grande porte (1.500 mm de diâmetro) pela DAE Jundiaí marcaram o início desta semana no prolongamento da avenida Antônio Frederico Ozanan. Os serviços começaram pela margem esquerda do rio Jundiaí, próximo à Churrascaria da Fazenda. Ritmo acelerado nas obras de mobilidade “A maior obra de mobilidade da nossa história está…

Continue Reading

Jundiaí

Jundiaí concede selo ‘Empresa Amiga dos Direitos Humanos’ para 40 empresas

As empresas passaram por trilhas de conhecimento com temas como governança corporativa, direitos humanos, sustentabilidade e mais.

Published

on

Ana Oliva ao lado de Dr. Gustavo Maryssael e Antônio Carlos Albino, na entrega do Selo Empresa Amiga dos Direitos Humanos de Jundiaí
Foto: Prefeitura de Jundiaí

Em uma cerimônia realizada no auditório do Ciesp nesta sexta-feira (14), a Prefeitura de Jundiaí concedeu o Selo Empresa Amiga dos Direitos Humanos para 40 empresas participantes do processo. A iniciativa, idealizada pelas Unidades de Gestão da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, visa integrar a iniciativa privada com práticas sustentáveis e um olhar voltado aos direitos humanos…

Continue Reading

Jundiaí

Jundiaí: Jardim Fepasa ganhará biblioteca comunitária ainda em junho

O acervo da biblioteca chega a quase 500 obras, incluindo gibis, histórias em quadrinhos, livros de literatura infantojuvenil e brasileira.

Published

on

Grupo de pessoas, homens e mulheres, posando em uma sala, uma nova biblioteca comunitária
A biblioteca estará no Centro Comunitário Casa Verde (Foto: Prefeitura de Jundiaí)

A biblioteca comunitária do Jardim Fepasa, em Jundiaí, está a poucos passos de se tornar realidade. O espaço de leitura, que está na reta final para sua inauguração, conta com o trabalho em equipe da comunidade local, Prefeitura de Jundiaí, Sesc Jundiaí e a iniciativa privada. Um dos pontos que faltavam para a concretização do sonho era a ampliação do…

Continue Reading

Jundiaí

Viagem musical leva crianças do ensino municipal de Jundiaí a diferentes culturas

Através do projeto MusicAR-TE, os alunos do Ensino Infantil embarcaram em uma aventura imaginária pelas Américas e África

Published

on

Crianças do Ensino Infantil de Jundiaí participando de atividades na quadra da escola

Na última terça-feira (11), a Emeb Vereador Pedro Raymundo, na Vila Rio Branco, se transformou em um portal para um mundo de música e brincadeiras. Através do projeto MusicAR-TE, os alunos do Ensino Infantil embarcaram em uma viagem imaginária pelas Américas e África, conhecendo as tradições musicais e brincadeiras de diversos povos. Uma aventura musical pelos continentes O pequeno Lorenzo,…

Continue Reading