Diego Hypolito fala pela primeira vez sobre sua sexualidade: "Eu sou gay"
Connect with us

Esportes

Diego Hypolito fala pela primeira vez sobre sua sexualidade: “Eu sou gay”

Ele ainda revelou que o sonho olímpico o fez esconder sua sexualidade, mas que hoje conta para “encorajar outras pessoas”

Published

on

Atualizado há

“Nunca mais vou deixar de viver o que eu sou. Eu sou gay”. Aos 32 anos, o ginasta Diego Hypolito, dono de uma das carreiras mais vitoriosas da modalidade no país, decidiu falar pela primeira vez sobre sua sexualidade.

Em uma entrevista ao site “UOL”, ele se abriu sobre sua homossexualidade e, mais do que isso, contou como sofreu, sobretudo, com a “solidão de não ter com quem compartilhar os dilemas de uma pessoa gay em uma sociedade preconceituosa”, como ele próprio disse.

“Todo mundo me zoava, zombava do meu jeito (…). Eu tinha certeza que se um dia eu saísse do armário publicamente, perderia patrocínios e minha carreira seria prejudicada”, disse.

Para ele, um dosm otivos de ter falado publicamente sobre sua sexualidade é dar coragem a outras pessoas que passam pelo mesmo.

“Estamos num tempo de mudança e precisamos mostrar um bom exemplo independentemente de sexualidade. As pessoas têm que entender e respeitar as pessoas como elas são. Eu vejo até muitas pessoas se suicidando, e isso é uma coisa que me preocupa bastante. A gente precisa mudar essa visão, ninguém é melhor que ninguém, ninguém é diferente de ninguém, por que não dar a oportunidade para outras pessoas também se sentirem assim?”, disse o ginasta em entrevista ao GloboEsporte.com.

LEIA MAIS

Morte de Ayrton Senna faz 25 anos

Panini lança álbum de figurinhas da Copa do Mundo Feminina

O medo de Diego Hypolito, como ele mesmo contou, teve a ver com sua religião. Com uma grande tatuagem de Jesus Cristo no braço, criado na igreja e, até hoje, frequentador dos cultos da Bola de Neve, ele disse que, em sua cabeça, ser gay era “coisa do demônio”.

Mas, independente de qualquer coisa, Diego diz que vai continuar seguindo sua religião e “quem vai julgá-lo é Deus”.

“O que faço com isso é pedir mais respeito. O que quero é que realmente que as pessoas sejam mais livres, não levanto nenhum tipo de bandeira, não vou mudar minha personalidade por causa disso, mas ao mesmo tempo também preciso ser livre. Eu acredito que as pessoas nascem assim”, continuou.

Diego já ganhou dois títulos e três medalhas em Mundiais, além de uma prata na Olimpíada do Rio, em 2016. Essa medalha, aliás, veio após um drama pessoal: Diego sofreu com uma síndrome de pânico e, depois do pódio, passou a ser visto como um exemplo de superação e perseverança.

“Sei que pode ter gente que vai deixar de gostar de mim depois de conhecer a minha história, sei que no culto posso viver situações de preconceito, sei que vir a público e falar tudo isso pode irritar algumas pessoas. Ninguém é obrigado a entender nada, mas é obrigado a respeitar. Nunca mais vou deixar de viver o que eu sou. Eu sou gay”, concluiu na entrevista”.

Esportes

Atleta jundiaiense de fisiculturismo fica em 4º lugar em competição

Pedro Falasco, de 22 anos, disputou a categoria sub-23, em competição promovida pela SPFF – São Paulo Fisiculturismo e Fitness

Published

on

Atleta jundiaiense de fisiculturismo, Pedro Falasco, exibe corpo em competição
O jovem atleta jundiaiense de fisiculturismo. Foto: Divulgação

No último domingo (16), o atleta jundiaiense de fisiculturismo, Pedro Falasco, de 22 anos, conquistou o 4º lugar na competição de fisiculturismo, categoria sub-23, promovida pela SPFF – São Paulo Fisiculturismo e Fitness. O evento, realizado no Teatro Gamaro, na Mooca, em São Paulo, reuniu competidores de alto nível. Desempenho avaliado em detalhes Durante a competição, os atletas foram submetidos…

Continue Reading

Esportes

BMX: Jundiaí brilha na Copa do Brasil com quatro pódios

Os pilotos conquistaram um título, um segundo lugar e dois terceiros lugares, mostrando a força do esporte na cidade

Published

on

Andrey Toledo, da equipe de BMX de Jundiaí, conseguiu um título e um terceiro lugar na Copa do Brasil em Indaiatuba
O jundiaiense Andrey Toledo conseguiu um título e um terceiro lugar na competição. Foto: Prefeitura de Jundiaí

A equipe jundiaiense de BMX Racing fez bonito neste domingo (16) na Copa do Brasil, disputada em Indaiatuba. Os pilotos conquistaram um título, um segundo lugar e dois terceiros lugares, mostrando a força do esporte na cidade. Resultados da equipe de Jundiaí de BMX Na categoria Boys 10 Aro 20, Andrey Toledo dominou a prova e conquistou o título de…

Continue Reading

Esportes

Ocelots Futebol Americano em duelo decisivo na semifinal da SPFL

Ocelots Futebol Americano busca vaga na final após superar adversários fortes, enfrentando agora os Moura Lacerda Dragons.

Published

on

Equipe do Ocelots Futebol Americano entrando em campo com uniformes pretos e laranja antes do jogo, com bandeira do time ao fundo
Ocelots Futebol Americano entra em campo com determinação para a semifinal da SPFL 2024. Foto: @jpfotos.esportes

O Ocelots Futebol Americano, equipe de Jundiaí, está a um passo de alcançar sua segunda final consecutiva em menos de um ano. No próximo domingo, dia 16 de junho, às 14h, o time enfrentará o Moura Lacerda Dragons em um confronto decisivo pela semifinal da SPFL - Série Diamante 2024, na Casa do Dragão, em Ribeirão Preto. Trajetória de sucesso…

Continue Reading

Esportes

Atleta de Jundiaí bate seu terceiro recorde brasileiro no ano

“Estamos em junho e igualo o número de recordes brasileiros que obtive o ano passado: dois no salto com vara e um no lançamento do dardo”, disse.

Published

on

Atleta de Jundiaí competindo em lançamento de dardo
Foto: Esporte Jundiaí

A homologação de competição realizada em maio confirmou a quebra de recorde da atleta de Jundiaí, Gislaine Cristina de Sá, no lançamento de dardo. De acordo com o resultado, Gislaine bateu um novo recorde brasileiro da categoria de 35 a 39 anos, com a marca de 32m90. A marca do recorde anterior era de 31,45 metros e pertencia à própria…

Continue Reading

Esportes

Jundiaí encerra 39° Jogos da Juventude com três títulos gerais

As equipes de Ginástica Artística Masculina, Atletismo Feminino e Handebol Feminino levaram o título de campeãs

Published

on

Equipe feminina de handebol de Jundiaí com as medalhas de ouro após conquistarem o título
O título do handebol feminino se juntou às conquistas do atletismo feminino e da ginástica masculina. Foto: Prefeitura de Jundiaí

Jundiaí encerrou sua participação nos 39° Jogos Abertos da Juventude, realizados em Araçatuba, com um desempenho destacado. A equipe de handebol feminino conquistou o título geral ao vencer Praia Grande na final por 15 a 11. Além disso, o time de futebol feminino garantiu a medalha de bronze ao superar Guarujá por 2 a 1. Na classificação geral, Jundiaí comemorou…

Continue Reading