Jundiaí: colega encontrado com carro de Renan é principal suspeito do desaparecimento
Conecte-se conosco

Polícia

Jundiaí: colega encontrado com carro de Renan é principal suspeito do desaparecimento

O suposto colega de Renan foi abordado em Cabreúva com o carro do promotor de vendas desaparecido. Em depoimento à polícia, o homem entrou em contradições diversas vezes.

Publicado

em

Atualizado há

Renan Sposito Miossi desapareceu na tarde de sexta-feira (12), ao sair da empresa em Valinhos com o carro da empresa (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Neste domingo (14), a Polícia Militar encontrou o carro de Renan Sposito Miossi, homem de Jundiaí que está desaparecido desde sexta-feira (12). De acordo com as autoridades, o veículo que Renan dirigia quando desapareceu estava com um suposto colega do promotor de vendas, em Cabreúva.

Roberto Souza Camargo, delegado-assistente da DIG, revelou que a Polícia Civil já trata o homem encontrado com o carro como principal suspeito de envolvimento no desaparecimento de Renan.

Contradições

Aos PMs e investigadores da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí, inicialmente o homem disse que não conhecia Renan. Depois, alegou que conheceu o jundiaiense em uma festa de aniversário. Em seguida, disse que o conheceu em um supermercado.

Além disso, de acordo com o delegado, o suspeito teria revelado às autoridades que Renan teria emprestado o carro para ele. Mas, também disse que sua namorada teria comprado o veículo há cerca de cinco dias.

Além disso, a polícia teria identificado, na gola da camisa do homem detido com o carro do homem desaparecido, havia uma marca suspeita, que pode ser de sangue. Ele relatou que a mancha era de graxa. Assim, apreenderam a camisa e o celular do homem, assim como o carro, que passarão por perícia. “Existem algumas situações que, a princípio, nos indicam que eles já se conhecem há algum tempo”, comentou o delegado.

O suspeito foi liberado após prestar depoimento, já que, até então, não há provas que justifiquem sua retenção perante à Justiça .

Relembre o caso

O supervisor de vendas de 37 anos desapareceu na região de Jundiaí na tarde de sexta-feira (12). Renan saiu da empresa em Valinhos, com o carro da companhia, para realizar serviços, como fazia com frequência. No entanto, não retornou e a família não conseguiu mais contato.

Preocupados, os familiares acionaram a Polícia Militar e realizaram buscas em hospitais da região, sem sucesso. De acordo com a família, Renan é um homem responsável, com hábitos regulares e que sempre cumpria seus horários. O desaparecimento repentino é um completo mistério. O celular do supervisor de vendas está desligado e cai direto na caixa postal.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de Renan, deve entrar em contato com a Polícia Civil pelo telefone 181 ou mesmo com a Polícia Militar (190) ou Guarda Municipal (153).

Polícia

Homem condenado à prisão por estupro é preso em Jundiaí

Durante abordagem no Jardim Santa Gertrudes, os policiais confirmaram que o homem de 37 anos estava foragido da Justiça.

Publicado

em

Mulher vítima de violência se protegendo com os braços
Foto: doidam10/Canva

Na tarde desta quarta-feira (22), a polícia prendeu um homem de 37 anos, condenado a 10 anos de prisão por estupro, em Jundiaí. A prisão aconteceu na rua Ricardo César Fávaro, no bairro Jardim Santa Gertrudes. De acordo com relatos dos policiais, os agentes realizavam patrulhamento pela região quando avistaram e abordaram o indivíduo. Ao consultar o sistema, os policiais…

Continuar lendo

Polícia

GM Jundiaí apreende drogas no bairro Morada das Vinhas

Os entorpecentes foram apreendidos e um homem detido por tráfico de drogas.

Publicado

em

Cão policial K9 ao lado de uma mesa com apreensões de drogas e dinheiro durante operação de combate ao tráfico em área urbana de Jundiaí.
Foto: Guarda Municipal de Jundiaí

Durante patrulhamento de rotina pelo bairro Morada das Vinhas, a equipe do Canil da Guarda Municipal (GM) de Jundiaí apreendeu várias porções de drogas. Os guardas adentraram a Rua Diamante Negro, local conhecido como ponto de venda de drogas, e se depararam com um indivíduo que, ao avistar a viatura, fugiu em direção a uma área de mata. Após breve…

Continuar lendo

Polícia

Jundiaí registra dois casos de violência contra idosos em um dia

Uma cuidadora foi presa suspeita de agredir uma mulher de de 77 anos e um homem foi preso após invadir um asilo para xingar a mãe acamada de 81 anos.

Publicado

em

Imagem mostra uma idosa em cadeira de rodas sendo ameaçada por um homem com punho fechado em um parque, simbolizando violência contra idosos.
Foto: Canva Pro

Dois casos de violência contra idosos mobilizaram a Guarda Municipal de Jundiaí na tarde desta terça-feira (21). Em ambos os episódios, as autoridades prenderam os suspeitos em flagrante. No bairro Jardim Tamoio, a guarda deteve uma cuidadora após suspeitas de agredir uma idosa de 77 anos. A síndica do condomínio acionou a Guarda Municipal após o zelador ouvir pedidos de…

Continuar lendo

Polícia

Governo de SP anuncia contratação de 12 mil novas câmeras corporais para PM

As novas câmeras têm funcionalidades como reconhecimento facial, leitura de placas de veículos e melhoria na conectividade com possibilidade de transmissão ao vivo.

Publicado

em

Policial Militar do Estado de São Paulo com arma nas mãos e câmera corporal no peito.
O edital previa a compra de 10,1 mil equipamentos, mas o número foi ampliado para 12 mil (Foto: Governo do Estado de São Paulo)

O Governo de São Paulo publicou hoje o edital para a contratação de 12 mil novas câmeras corporais para PMs do estado. As novas câmeras representam um aumento de 18% no número de equipamentos disponíveis. Além disso, as câmeras têm funcionalidades como reconhecimento facial, leitura de placas de veículos, melhoria na conectividade com possibilidade de transmissão ao vivo, entre outras.…

Continuar lendo

Polícia

Guarda Municipal de Jundiaí é morto pelo filho em SP

A esposa e a outra filha do Guarda também foram mortas. O jovem de 16 anos ligou para a polícia e confessou o crime. Saiba mais.

Publicado

em

Guarda Municipal de Jundiaí é morto pelo filho adotivo em SP
Isac Tavares Santos trabalhava na Divisão Florestal da Guarda Municipal de Jundiaí desde 2012 (Foto: Guarda Municipal de Jundiaí)

Isac Tavares Santos, Guarda Municipal de Jundiaí, foi assassinado pelo filho adotivo, um adolescente de 16 anos. O menor também confessou ter matado a esposa do guarda, Solange Aparecida Gomes, de 50 anos, e a filha do casal, Letícia Gomes Santos, de 16 anos. De acordo com o boletim de ocorrência, o adolescente ligou para a Polícia Militar, na noite…

Continuar lendo