Jundiaí realiza pesquisa sobre impacto da pandemia em famílias em situação de pobreza
Conecte-se conosco

Jundiaí

Jundiaí realiza pesquisa sobre impacto da pandemia em famílias em situação de pobreza

Segundo pesquisa da Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social, Jundiaí registrava, em 2022, 16.647 pessoas em situação de extrema vulnerabilidade.

Publicado

em

Atualizado há

Em uma década, Jundiaí conseguiu baixar de 21,3 mil pessoas em extrema pobreza para 16,6 mil em 2022 (Foto: Prefeitura de Jundiaí)

A pandemia da Covid-19 impactou a economia de todo o mundo, mas quem mais sofreu foi a parcela da população em situação de extrema pobreza. No Brasil, o crescimento da extrema pobreza, na comparação da década, foi de 44,8 milhões de pessoas para 50,1 milhões em 2022.

Jundiaí, apesar de também sentir o impacto, conseguiu enfrentar melhor a situação que em cidades do mesmo porte. O Ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias, chegou a mencionar a cidade como exemplo de enfrentamento à extrema pobreza. Em uma década, Jundiaí baixou de 21,3 mil pessoas em extrema pobreza para 16,6 mil em 2022.

“Jundiaí é uma das cidades do Brasil com o menor número de pessoas em situação de extrema pobreza e inseridas no CadÚnico. O que mostra o trabalho sério realizado na cidade”, afirmou o Ministro Wellington Dias, em junho.

Pesquisa: “Extrema Pobreza”

De acordo com pesquisa encomendada pela Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS), denominada “Extrema Pobreza”, realizada pelo pesquisador e sociólogo Rodrigo Oliveira, Jundiaí registrava, em 2022, 16.647 pessoas em situação de extrema vulnerabilidade.

Na comparação com municípios paulistas com o mesmo porte, a cidade está em melhor situação. Mauá contabilizava 40,5 mil, Piracicaba 33 mil, Santos 33,8 mil e São José do Rio Preto 46,9 mil. Dez anos atrás, as cidades tinham números menores que Jundiaí. Gestores municipais e vereadores já conheceram a pesquisa.

“Enfrentamos os impactos da pandemia, do crescimento da pobreza e do desemprego registrados no período com apoio à população. Seja por meio de formações, cursos, capacitações e estímulo ao empreendedorismo, a partir dos cursos do Fundo Social e TVTEC ou com vagas de emprego pelo Jundiaí Empreendedora. Ainda, de maneira imediata, a UGADS manteve a assistência com cestas básicas, além do contínuo trabalho social com famílias, que foi reforçado com contratações emergenciais”, comentou o prefeito Luiz Fernando Machado.

“Conseguimos, no pior momento vivenciado na história recente, superar desafios e melhorar o desempenho do município em relação às cidades do mesmo porte que registravam números menores que os nossos”, lembrou.

Esforços

Para enfrentar os desafios, o município empenhou esforços e investimentos. Na área de Assistência Social, a cidade investiu R$ 62,1 milhões em recursos empenhados em 2022. O montante foi 15,8% maior que o do ano anterior, resultando em R$ 8,5 milhões adicionais. Os recursos foram para ações como ampliação de serviços e ofertas como cestas básicas e acompanhamento das famílias por equipes especializadas. Somente em segurança alimentar, em 2021 foram mais de 90 mil cestas básicas e cestas verdes entregues à população em situação de vulnerabilidade.

Mas além da assistência imediata às necessidades alimentares, a gestão também ampliou as ferramentas para possibilitar a capacitação e empreendedorismo às pessoas que perderam emprego ao longo da pandemia, ou àquelas interessadas em avançar na carreira.

Por 6 meses, entre 2021 e 2022, vigorou o Benefício Social Emergencial, que juntou transferência direta de renda com contrapartidas da população, que pôde prestar serviços em equipamentos públicos enquanto se capacitava em áreas como jardinagem, serviços gerais e limpeza e catalogação de acervos históricos da cidade. As ações de Inclusão Produtiva também seguiram, com retomada do Fórum de Aprendizagem e parcerias com o setor privado em iniciativas de capacitação e empregabilidade de jovens e adolescentes.

Portal Jundiaí Empreendedora

Disponibilizado ao público em 2021, o Portal Jundiaí Empreendedora conta com mais de 2,5 mil empresas cadastradas e mais de 40 mil currículos cadastrados. Nesse período, também, já foram mais de 1 milhão de acessos ao portal. O Fundo Social de Solidariedade (Funss) também ofereceu atividades para a capacitação das pessoas. Entre 2021 e 2022 foram mais de 4,2 mil vagas oferecidas em cursos diversos.

Outro equipamento também alavancou a economia criativa e reduziu os impactos negativos entre a população foi a Escola de Inovação, Coisas e Negócios da TVTEC. Foram mais de 6,2 mil pessoas formadas em 390 cursos oferecidos gratuitamente ao longo dos dois anos.

“A meta com a criação do portal foi oferecer dicas para melhorar as possibilidades para os trabalhadores e intermediar o contato com as empresas que precisavam contratar. Agora, avançamos para os mais jovens, com os estudantes, oferecendo espaços para a divulgação de estágios”, comentou o gestor de Governo e Finanças (UGGF), José Antonio Parimoschi.

As iniciativas da gestão permanecem no pós-pandemia, com as ofertas de formações, cursos e a interface entre empresas e pessoas em busca de uma nova colocação pelo Jundiaí Empreendedora. “Identificamos as necessidades, assistimos de maneira emergencial e agora ingressamos na fase de qualificação, como é o caso do cartão que substituirá a entrega da cesta de alimentos, reforçando a responsabilidade e autonomia a essas famílias”, adiantou Parimoschi.

Jundiaí

Jovens do ‘Ressignificando histórias’ compartilham experiências com o projeto em Jundiaí

Publicado

em

Por

No Arquivo, as atividades desenvolvidas pelos jovens são a digitalização, catalogação e higienização de documentos (Foto: Prefeitura de Jundiaí)

Numa iniciativa intersetorial das Unidades de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS) e de Cultura (UGC), o projeto “Ressignificando Histórias” continua impactando a vida de jovens atendidos pelos serviços da rede socioassistencial do Município. Com início em agosto do ano passado, o projeto segue com esta turma até o próximo mês de julho, com cerca de 20 jovens atendidos…

Continuar lendo

Jundiaí

Jundiaiense grava videoclipe com o padre Antônio Maria

Publicado

em

Por

Foto: Arquivo Pessoal

Reconhecido por sua atuação na Igreja Católica e por parcerias musicais com nomes como Roberto Carlos, Ângela Maria e Agnaldo Rayol, o padre Antônio Maria acaba de lançar um videoclipe em que canta com o jundiaiense Guilherme Henrique, 25 anos. A música, intitulada "Desculpe", entrou no ar no dia 15 de fevereiro e está disponível no YouTube. O videoclipe foi…

Continuar lendo

Jundiaí

Prefeitura de Jundiaí apresenta plano de requalificação a moradores da Vila Esperança

Publicado

em

Por

Reunião de Gestores da Prefeitura de Jundiaí com moradores da Vila Esperança
Encontro reuniu gestores e Munícipes para apresentação de propostas (Foto: Prefeitura de Jundiaí)

Neste sábado (02), gestores municipais se reuniram com moradores da Vila Esperança para apresentar o plano de requalificação desenvolvido para o bairro. O plano dispõe de ações a curto, médio e longo prazo, além de ações já executadas e em andamento. A apresentação das ações acontece após a primeira reunião realizada no final de novembro do ano passado, quando os…

Continuar lendo

Jundiaí

Micro, Pequenas e Médias Empresas alavancam desenvolvimento econômico de Jundiaí

Os dados mostram que, de 2017 – primeiro ano de Gestão – a 2023, houve um aumento de 174,2% nas PME’s

Publicado

em

Por

Foto: Prefeitura de Jundiaí

A criação de um ambiente favorável aos negócios é uma marca tradicional de Jundiaí, que ano após ano se consolida como uma das principais potências econômicas do país. Além das empresas de grande porte e das multinacionais, o potencial econômico municipal é alavancado pelas Micro, Pequenas e Médias Empresas, que tem sido cada vez mais frequentes no cenário local. Os…

Continuar lendo

Jundiaí

APAE de Jundiaí recebe doação de roupas de ballet e as alunas comemoram

Publicado

em

Por

A disposição para as aulas até aumentou (Foto: Divulgação/APAE Jundiaí)

As alunas de ballet da Professora Raquel Tumolo Leopoldino ficaram encantadas com os materiais de dança, novos, doados no mês de fevereiro: meia calça, sapatilhas, collants de marcas que são referência no mundo da dança como Capezio e Só Dança. A doação foi feita para Luciana França, da área de Captação de Recursos, que incentiva outras pessoas a doarem produtos…

Continuar lendo
Publicidade