Projeto Olhos da Serra forma brigadistas florestais para atuar na Serra do Japi
Conecte-se conosco

Jundiaí

Projeto Olhos da Serra forma brigadistas florestais para atuar na Serra do Japi

Curso tem como base as formações oficiais do ICMBio para combate aos incêndios na área.

Publicado

em

Atualizado há

Todos os participantes realizaram Teste de Aptidão Física (TAF) e Teste no Uso de Ferramentas Agrícolas (THUFA) (Foto: Flávio Grieger)

O projeto Olhos da Serra promoveu o Curso de Formação de Brigadistas Florestais na Serra do Japi, em Jundiaí. Realizado entre os dias 27 de novembro e 1º de dezembro, a capacitação contribui para a prevenção e combate a incêndios no território. A iniciativa conta com parceria do Programa Suindara, do Instituto Cerrados. A área da Serra do Japi é um dos últimos trechos de floresta contínua do Estado de São Paulo.

O projeto Olhos da Serra é uma iniciativa do Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (Consórcio PCJ). Além disso, tem patrocínio da Coca-Cola Brasil e da Coca-Cola FEMSA Brasil. O principal objetivo do grupo é preservar a Serra do Japi.

Os participantes receberam informações técnicas e participaram de aulas teóricas e atividades práticas. As aulas envolveram representantes da Guarda Municipal, de servidores da Defesa Civil, da Fundação Serra do Japi e outros agentes. Assim, o curso orientou-se pelas formações oficiais do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade).

Para Águeda Lourenço, coordenadora do Programa Suindara, do Instituto Cerrados, o Curso de Formação de Brigadistas Florestais é fundamental. De acordo com ela, as aulas capacitam pessoas a prevenir e combater os incêndios em vegetação nativa de forma correta e segura. “Na parceria com o Olhos da Serra, o treinamento foi planejado para atender especificamente a Serra do Japi, que se estende por quatro municípios paulistas”, destaca.

Foto: Flávio Grieger

Multiplicadores

O Curso de Formação de Brigadistas Florestais na Serra do Japi totalizou 40 horas. Todos os participantes realizaram Teste de Aptidão Física (TAF) e Teste no Uso de Ferramentas Agrícolas (THUFA). Os instrutores Fernando Tizianel e Raoni Japiassu, analistas ambientais do ICMBio, ministraram as aulas teóricas no Centro de Referência de Educação Ambiental.

“Ao longo dos anos, o ICMBio acumula uma grande expertise no combate de incêndios florestais”, afirma Fernando Tizianel. Diante do aumento de incêndios em áreas florestais, por fatores como mudanças climáticas, a capacitação permite que os participantes entendam o manejo integral do fogo. “A pessoa passa a ter uma leitura não só do comportamento fogo na paisagem, mas também amplia seu entendimento sob os aspectos cultural, social, econômico e ambiental daquela região, com o propósito de se tornar um articulador e um multiplicador de conhecimento”, diz.

Para Rodrigo Lopes, guarda da Divisão Florestal e aluno do Curso de Brigadistas Florestais na Serra, a formação é fundamental para a preservação do território. “Saímos do curso com uma bagagem mais técnica e estamos mais preparados para contribuir na prevenção e no combate aos incêndios na área da floresta”, afirma.

Foto: Flávio Grieger

Integração

De acordo com a superintendente da Fundação Serra do Japi, Vânia Plaza Nunes, neste ano, um incêndio importante na Serra do Japi devastou uma área de vegetação, recomposta há pouco tempo. “Os incêndios afetam severamente a biodiversidade, com perda de flora e fauna, e comprometem o sistema mais importante da Serra do Japi que tem características únicas”, destaca.

Nos municípios inseridos na Serra do Japi, observa Vânia, há uma lacuna de agentes preparados e treinados para a ação contra incêndios florestais, “especialmente diante das mudanças climáticas que estamos enfrentando”. “Não somente o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil precisam estar preparados para os incêndios florestais, mas também a sociedade civil. É preciso que haja o envolvimento da comunidade, e sempre que possível, a participação em atividades como este curso promovido pelo Olhos da Serra.”

Para a superintendente, a equipe do ICMBio trouxe relevantes contribuições técnicas, teóricas e práticas para todos os participantes. “Quando temos pessoas preparadas em todos os municípios para adotar medidas preventivas e combater incêndios florestais, a integração para preservar a Serra do Japi faz toda a diferença”, conclui.

Jundiaí

Jovens do ‘Ressignificando histórias’ compartilham experiências com o projeto em Jundiaí

Publicado

em

Por

No Arquivo, as atividades desenvolvidas pelos jovens são a digitalização, catalogação e higienização de documentos (Foto: Prefeitura de Jundiaí)

Numa iniciativa intersetorial das Unidades de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS) e de Cultura (UGC), o projeto “Ressignificando Histórias” continua impactando a vida de jovens atendidos pelos serviços da rede socioassistencial do Município. Com início em agosto do ano passado, o projeto segue com esta turma até o próximo mês de julho, com cerca de 20 jovens atendidos…

Continuar lendo

Jundiaí

Jundiaiense grava videoclipe com o padre Antônio Maria

Publicado

em

Por

Foto: Arquivo Pessoal

Reconhecido por sua atuação na Igreja Católica e por parcerias musicais com nomes como Roberto Carlos, Ângela Maria e Agnaldo Rayol, o padre Antônio Maria acaba de lançar um videoclipe em que canta com o jundiaiense Guilherme Henrique, 25 anos. A música, intitulada "Desculpe", entrou no ar no dia 15 de fevereiro e está disponível no YouTube. O videoclipe foi…

Continuar lendo

Jundiaí

Prefeitura de Jundiaí apresenta plano de requalificação a moradores da Vila Esperança

Publicado

em

Por

Reunião de Gestores da Prefeitura de Jundiaí com moradores da Vila Esperança
Encontro reuniu gestores e Munícipes para apresentação de propostas (Foto: Prefeitura de Jundiaí)

Neste sábado (02), gestores municipais se reuniram com moradores da Vila Esperança para apresentar o plano de requalificação desenvolvido para o bairro. O plano dispõe de ações a curto, médio e longo prazo, além de ações já executadas e em andamento. A apresentação das ações acontece após a primeira reunião realizada no final de novembro do ano passado, quando os…

Continuar lendo

Jundiaí

Micro, Pequenas e Médias Empresas alavancam desenvolvimento econômico de Jundiaí

Os dados mostram que, de 2017 – primeiro ano de Gestão – a 2023, houve um aumento de 174,2% nas PME’s

Publicado

em

Por

Foto: Prefeitura de Jundiaí

A criação de um ambiente favorável aos negócios é uma marca tradicional de Jundiaí, que ano após ano se consolida como uma das principais potências econômicas do país. Além das empresas de grande porte e das multinacionais, o potencial econômico municipal é alavancado pelas Micro, Pequenas e Médias Empresas, que tem sido cada vez mais frequentes no cenário local. Os…

Continuar lendo

Jundiaí

APAE de Jundiaí recebe doação de roupas de ballet e as alunas comemoram

Publicado

em

Por

A disposição para as aulas até aumentou (Foto: Divulgação/APAE Jundiaí)

As alunas de ballet da Professora Raquel Tumolo Leopoldino ficaram encantadas com os materiais de dança, novos, doados no mês de fevereiro: meia calça, sapatilhas, collants de marcas que são referência no mundo da dança como Capezio e Só Dança. A doação foi feita para Luciana França, da área de Captação de Recursos, que incentiva outras pessoas a doarem produtos…

Continuar lendo
Publicidade