Exclusivo: jundiaiense na Itália diz viver medo e "clima de guerra" com avanço do coronavírus
Connect with us

Geral

Exclusivo: jundiaiense na Itália diz viver medo e “clima de guerra” com avanço do coronavírus

“Os doentes que morrem em hospitais vão para o cemitério nos carros fúnebres e diretamente para a cremação”, relata.

Published

on

Atualizado há

jundiaiense Nereide Silva usa máscara em proteção ao coronavírus durante confinamento em sua casa
Nereide Silva mora há 15 anos em Nápoles

A jundiaiense Nereide Silva vive momentos de pânico na Itália, com a propagação do coronavírus.

Moradora há 15 anos em Nápoles, na região da Campânia, sul da Itália, ela está em completo isolamento domiciliar com o marido.

“Estamos em casa, confinados, blindados, sem poder ter contato com parentes, amigos, vizinhos”, conta.

“Tem casos confirmados em toda parte. Eu defino tudo como uma guerra”.

Embora a região onde mora não seja o epicentro da pandemia na Itália, o terror do coronavírus já se espalhou por todo o país.

Nereide relata que os momentos são “dramáticos”, já que a região da Campânia tem cerca de 400 casos positivos já confirmados.

“Dizem nos telejornais que aqui na região haverá um forte pico do vírus nos próximos 15 dias. Pois muitas pessoas fugiram do norte domingo passado em direção ao sul, onde ainda não havia casos positivos”, ressalta.

“Em uma semana subiu para 400 e a previsão é maior”, relata.

Já no norte, sobretudo na Lombardia, a situação é de terror, segundo a jundiaiense, que morou parte da vida no bairro da Colonia, antes de se mudar definitivamente para a Itália.

“Os doentes que morrem em hospitais vão para o cemitério nos carros fúnebres e diretamente para a cremação. As famílias das vítimas não podem se despedir porque é literalmente proibido”, explica.

Segundo ela, os hospitais estão, literalmente, em estado de emergência e colapso. “Os médicos, enfermeiros e profissionais de laboratório estão dando a própria vida para salvar pessoas”, lamenta.

“Tenho medo! Parece que estou sonhando. Pois vi coisas parecidas, somente em filmes de guerra”.

Esperança

Apesar de todo o clima de pânico, Nereide relata fatos de solidariedade e compaixão como “injetores de esperança”.

As crianças em confinamento criam desenhos de arco-íris com a frase Andrà tutto bene que quer dizer “ficará tudo bem” (foto abaixo).

“Isso é muito importante, porque as crianças dão uma injeção de coragem para nós adultos e fazem com que nós tenhamos a esperança de que tudo irá passar”.

Em todos os lugares, duas vezes por dia, as pessoas saem nas sacadas com as bandeiras e cantam o hino di Mameli (Hino Nacional da Itália). Isso prova que a Itália é um país forte e com certeza vamos superar tudo isso”, afirma

Alerta

Nereide vê com muita preocupação a disseminação do coronavírus também no Brasil. E alerta para que todas as medidas de contenção da doença sejam tomadas o mais rápido.

“Eu diria que tomem cuidado com a limpeza pessoal. Que não precisam acabar com os produtos como álcool em gel no supermercados. E que fiquem em casa o máximo que puderam”, alerta.

“Que procurem informações e sigam corretamente as indicações necessárias para não acontecer o que aconteceu aqui na Itália”.

Geral

Gato dos noivos rouba a cena com entrada triunfal no casamento; VÍDEO

Usando uma clássica gravata borboleta preta, o gato chegou ao casamento em um carro branco decorado com um buquê personalizado. Assista.

Published

on

Gato entrando em casamento com gravata dentro de um carro branco de brinquedo.
Foto: Reprodução/Instagram/@oliverfold

No dia do seu casamento, um dos eventos mais importantes da sua vida, você quer que todas as pessoas mais próximas de você estejam presentes. Mas, para muitas pessoas, os mais próximos não são pessoas - são gatos. Oliver, um gato da raça Scottish Fold, participou do casamento de seus tutores da maneira mais especial possível. Ele não apenas compareceu…

Continue Reading

Geral

Papa pede desculpa após dizer que já existe ‘bichice demais’ em seminários

Em reunião privada, papa usou expressão considerada homofóbica e gerou polêmica.

Published

on

papa francisco
Foto: Günther Simmermacher por Pixabay

O Papa Francisco pediu desculpas nesta terça-feira (28) pela linguagem utilizada em uma reunião com bispos na semana passada, quando disse que "já existe bichice demais" em seminários. Segundo a imprensa italiana, o pontífice usou essa expressão ao solicitar que os bispos italianos não aceitem padres abertamente gays. “O papa nunca teve a intenção de ofender ou de se expressar…

Continue Reading

Geral

O aumento da corrupção no país: Brasil, que país é este?

Artigo por Ives Gandra da Silva Martins 

Published

on

Ives Gandra da Silva Martins
Fotos: Andreia Tarelow

Recentemente, a revista The Economist, talvez a mais importante publicação sobre a economia do mundo, mostrou, um retrato vergonhoso para o Brasil no que diz respeito ao aumento da corrupção no país, avaliação feita pela Transparência Internacional, que mede a corrupção em todos os países do mundo. Nós mostramos, efetivamente, esses dados em nosso novo livro “Brasil, que país é este?”, escrito…

Continue Reading

Geral

Várzea Paulista recebe mais de 100 matrículas do Governo Estadual para regularização fundiária na Vila Real

Evento de entrega ocorreu na cidade de Cosmópolis e contou com a presença de autoridades estaduais

Published

on

Foto: Prefeitura de Várzea Paulista

Nesta quinta-feira (14), Várzea Paulista recebeu do Governo Estadual mais de 100 matrículas para a Regularização Fundiária de imóveis do bairro Vila Real. O evento ocorreu na cidade de Cosmópolis e contou com a presença de diversas autoridades estaduais e de municípios vizinhos. A regularização fundiária vem sendo realizada através da Unidade Gestora de Urbanismo e Habitação com o programa…

Continue Reading

Geral

Crianças e adolescentes do Projeto ‘Arte e Movimento’ da APAE se apresentam no SESC Jundiaí

O grupo é formado por 24 crianças e adolescentes com deficiência intelectual, síndrome de down e autismo entre 06 a 17 anos.

Published

on

O grupo apresentou o espetáculo “Estações”, com quatro coreografias: Primavera, Verão, Outono e Inverno (Foto: APAE Jundiaí)

Nesta quarta-feira (28), as crianças e adolescentes do projeto Arte e Movimento da APAE Jundiaí se apresentaram no Teatro do SESC Jundiaí. Elas apresentaram o espetáculo “Estações”, com quatro coreografias: Primavera, Verão, Outono e Inverno. Essa foi a primeira apresentação do grupo, que visitou o Centro das Artes e a Sala Glória Rocha no dia 14 de fevereiro. Na plateia, familiares orgulhosos…

Continue Reading