Prefeitura de Jundiaí reforça o uso de repelentes para ajudar no combate à dengue
Connect with us

Jundiaí

Prefeitura de Jundiaí reforça o uso de repelentes para ajudar no combate à dengue

Em ação nos Terminais de Ônibus, equipes da saúde falarão sobre plantas com ação repelente, além de ensinar o modo de utilizar

Published

on

Atualizado há

Nesta semana, equipe está orientando sobre plantas com ação repelente nos Terminais de Ônibus. Foto: Prefeitura de Jundiaí

Retirar pratos de vasos, virar as garrafas com a boca para baixo, manter lajes e calhas limpas, tampar o lixo, eliminar quaisquer objetos que possam acumular água são as principais orientações para combater o mosquito Aedes aegypti, vetor da dengue e de outras arboviroses. Em complemento a essas ações, o uso de repelentes é uma medida auxiliar para evitar as doenças.

A coordenadora da Assistência Farmacêutica da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde de Jundiaí, Ana Cláudia J. Rodrigues, explica que os repelentes funcionam como uma barreira que impede o mosquito de chegar ao hospedeiro, que é o ser humano. “No caso das pessoas que já estão contaminadas, o produto auxilia para que o mosquito não infectado não se contamine com o sangue que está com o vírus da dengue e acabe levando a doença para outras pessoas posteriormente”, informa.

Além dos produtos industrializados que possuem registro junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e tiveram a eficácia comprovada para ação contra o Aedes aegypti, algumas plantas medicinais e aromáticas têm óleos essenciais comprovados com ação de repelência aos mosquitos e podem ser manipuladas em casa para a produção repelentes para o corpo e também de spray de ambiente.

“A diferença de um produto industrializado é que a planta apresenta maior ou menor teor dos óleos essenciais, conforme o local de plantio, e os industrializados têm a concentração dos ativos padronizados”, esclarece.

Na lista de plantas medicinais ricas em óleos essenciais e com boa eficácia e baixa toxidade, estão o alecrim, o eucalipto limão, a canela, a citronela, o cravo e o hortelã. “O importante é saber que, além do preparo correto, com componentes adequados e quantidade ideais, existe a necessidade de repetidas aplicações a fim de manter o efeito repelente. Também é fundamental ter em mente que o uso do produto é um complemento e não dispensa e nem substitui as demais medidas de combate às doenças transmitidas por mosquitos. No caso do Aedes, se não tiver água parada, ele não nasce”, acrescenta Ana Cláudia.

Nesta semana, durante a ação da Prefeitura nos Terminais de Ônibus de orientação e conscientização sobre a dengue, as equipes da saúde falarão sobre as plantas medicinais e aromáticas com ação repelente, além de ensinar o modo de utilizar.

Jundiaí

ACE Jundiaí encerra ciclo de reuniões com pré-candidatos à prefeitura da cidade

No último encontro, Associação recebeu Ricardo Bocalon (PSB) e Silas Feitosa (PRTB)

Published

on

ACE Jundiaí encerra ciclo de reuniões com pré-candidatos a prefeito
Foto: ACE Jundiaí/Divulgação

A ACE Jundiaí concluiu uma série de reuniões durante o mês de julho com os pré-candidatos à prefeitura da cidade. Esse ciclo de encontros teve como objetivo proporcionar um espaço para a apresentação das propostas de governo e responder a perguntas dos representantes da Associação Comercial Empresarial, incluindo diretoria, conselheiros, grupos de negócios e núcleos empresariais. Participação dos pré-candidatos A…

Continue Reading

Jundiaí

Jundiaí tem queda de índice de gravidez na adolescência nos últimos cinco anos

A Prefeitura de Jundiaí oferece acompanhamento às adolescentes grávidas, com equipe de pré-natal e, quando necessário, equipes multidisciplinares para suporte psicossocial.

Published

on

Jundiaí registra queda de gravidez na adolescência
Foto: Canva

Baseada em dados dos últimos cinco anos, Jundiaí registrou queda de gravidez na adolescência. A informação é da Secretaria de Saúde da cidade. Analisando os dados por faixas etárias, observa-se a diminuição em todos os grupos: Entre 2019 e 2021, seis adolescentes de 13 anos deram à luz. Já entre 14 e 16 anos, a queda foi mais expressiva, com…

Continue Reading

Jundiaí

Temperaturas começam a subir com dias ensolarados em Jundiaí; confira a previsão do tempo

Confira a previsão do tempo para essa semana.

Published

on

Previsão do tempo mostra sol em céu azul com poucas nuvens
Foto: Canva

Nesta semana, as temperaturas devem começar a subir em Jundiaí, com previsão do tempo mostrando máxima de 27°C e dias ensolarados. Ainda assim, de acordo com o Climatempo, as mínimas devem ficar entre 12°C e 13°C, então os dias ainda terão períodos frios. Confira a previsão do tempo para Jundiaí nesta semana: Segunda-feira (22) - Sol o dia todo sem…

Continue Reading

Jundiaí

Jundiaí é líder em Bem-Estar em ranking de Índice de Progresso Social

A categoria “Fundamentos do Bem-Estar” engloba indicadores como educação básica, infraestrutura, saúde, expectativa de vida e qualidade do meio ambiente.

Published

on

Jundiaí aérea
A cidade se destaca entre cidades de 200 a 500 mil habitantes do Brasil no Índice de Progresso Social (Foto: Prefeitura de Jundiaí)

A cidade de Jundiaí se destaca como referência em desenvolvimento social no Brasil, figurando na 9ª posição no ranking do Índice de Progresso Social (IPS) entre municípios com população entre 200 e 500 mil habitantes. O estudo, realizado pelo Instituto do Homem e do Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), Fundação Avina, Centro de Empreendedorismo da Amazônia, iniciativa Amazônia 2030, Anattá…

Continue Reading

Jundiaí

Jundiaí recebe acervo de 5 mil itens para preservação à memória da ferrovia

O acervo inclui peças em exposição no Museu dos Ferroviários, documentos históricos e 12 veículos, entre locomotivas e vagões, situados no Espaço Expressa.

Published

on

Jundiaí recebe acervo de 5 mil itens para preservação da memória da ferrovia
Foto: Prefeitura de Jundiaí

A Unidade de Gestão de Cultura (UGC) de Jundiaí celebra a cessão de posse ao Município de um acervo ferroviário de grande importância histórica e cultural. A conquista, resultado de uma solicitação da Prefeitura feita em 2017, representa um passo fundamental para a preservação da memória da ferrovia na cidade, no estado e no país. O acervo, composto por cerca…

Continue Reading
Advertisement