Cachorro adotado por policiais se torna mascote oficial do batalhão
Conecte-se conosco

Mundo Pet

Cachorro adotado por policiais se torna mascote oficial do batalhão

O cachorro continua trabalhando no 17º Batalhão até hoje e não poderia estar mais feliz com seu novo emprego.

Publicado

em

Foto: Reprodução/Instagram/@oliveira17bpm

Os policiais militares do 17º Batalhão do Rio de Janeiro estão acostumados a proteger os habitantes humanos da cidade. Mas há alguns anos, um cabo chamado Cristiano encontrou um cidadão de quatro patas em necessidade.

Durante a pausa para o almoço, o policial encontrou um pequeno cachorro vira-lata caramelo agachado no canto da delegacia. O cabo Cristiano foi imediatamente ajudar o cachorro assustado, mas o intruso não o deixou chegar muito perto. “Quando ele apareceu aqui no batalhão, estava muito agressivo”, disse o cabo. “Apesar de estar com fome e sede, ele não aceitava nada do que eu oferecia.”

Foto: Reprodução/Instagram/@oliveira17bpm

O cão, que mais tarde recebeu o nome de Oliveira, estava assustado demais para aceitar a ajuda, mas o policial não desistiu de tentar. Ele colocou a comida e a água no chão e deu espaço ao cachorro. Oliveira acabou se acalmando e logo ficou curioso sobre seu novo amigo.

“De repente, ele começou a andar atrás de mim”, disse o cabo Cristiano. “Se eu entrasse na sala, ele ficava lá… Se eu entrasse no carro, ele ia atrás de mim.”

O cachorro seguiu o cabo Cristiano até sua casa perto da delegacia de polícia e, na manhã seguinte, foi para o trabalho ao lado de seu novo melhor amigo. O enérgico cão não se cansava de agradar seus novos amigos policiais, que logo o adotaram como mascote oficial.

Foto: Reprodução/Instagram/@oliveira17bpm

Oliveira, o cachorro mascote da polícia

“Ele recebeu banho, coleira, comida e todo o carinho dos policiais do Batalhão”, disse o cabo Cristiano. Antes, o cachorro de rua sobrevivia por conta própria. Agora, Oliveira adorava a sensação de ter uma coleira no pescoço. Era seu uniforme favorito até receber de seus tutores uma jaqueta policial personalizada que combinava com a deles.

Foi então que o cabo Oliveira se tornou oficialmente um membro da hierarquia da polícia militar do Rio de Janeiro. E ele levou seu papel muito a sério. O cachorro continua trabalhando no 17º Batalhão até hoje e não poderia estar mais feliz com seu novo emprego.

Parte do trabalho do cabo Oliveira envolve a divulgação pública, onde ele visita escolas para ensinar as crianças sobre segurança. Sempre simpático, o cão gosta de dar abraços e beijos em seus jovens amigos em suas visitas.

Dessa forma, além de educar os jovens, o cachorrinho policial patrulha sua comunidade no conforto da motocicleta ou do carro de polícia de seu tutor. Sempre que vê alguém infringindo as regras, ele faz questão de chamar a atenção. De acordo com cabo Cristiano, quando o cachorro vê alguém sem capacete, ele late.

Assim, o cachorro está sempre cuidando da segurança do público, o que é uma das muitas coisas que seus colegas policiais adoram nele. Nos poucos anos em que trabalhou com eles, Oliveira mudou o departamento de polícia para melhor, e ele está apenas começando. “A próxima patente é a de sargento. Ele merece.”

Foto: Reprodução/Instagram/@oliveira17bpm

Mundo Pet

Gato de 1 dia de vida e ainda com cordão umbilical chora abandonado em caixa de papelão

O socorrista ficou com o coração partido com a visão – um gatinho preto, com o cordão umbilical ainda preso, deixado apenas com um cobertor.

Publicado

em

Por

Foto: Reprodução/Facebook/Pennsylvania SPCA

Com apenas um dia de vida, um filhote de gato gritava do lugar onde o abandonaram friamente, em uma caixa de papelão na calçada. O gatinho era pequeno demais para se defender sozinho e, por isso, continuou a gritar, esperando que alguém o notasse. Felizmente, deixaram a caixa com o filhotinho bem em frente à ONG de Resgate Animal Pennsylvania…

Continuar lendo

Mundo Pet

Anjo da Guarda: cãozinho surge do nada para secar lágrimas de jovem que chorava na rua

Depois que o cachorro apareceu, literalmente secando suas lágrimas, a jovem não pôde deixar de sorrir.

Publicado

em

Por

Foto: Reprodução/TikTok - Delfina Quiroga

Em uma noite qualquer, uma tristeza repentina brotou no coração de Delfina Quiroga, algo forte o suficiente para levá-la às lágrimas. Ela decidiu tirar alguns minutos sozinha, saindo na noite escura para resolver seus sentimentos. Mas enquanto estava nas profundezas dessa emoção, um tipo de "anjo da guarda" aleatório apareceu para mudar seu humor. "Quando você está triste e um…

Continuar lendo

Mundo Pet

Jogadores chegam ao estádio com filhotes de cachorro fofos para promover adoção

“Trouxemos aqueles que sabíamos que tinham muita energia para combinar com a empolgação do dia.”

Publicado

em

Por

Foto: Reprodução/Instagram - Peninsula Humane Society & SPCA

Em um jogo recente, o time de basquete Warriors se uniu à ONG animal Peninsula Humane Society & SPCA para promover a adoção de cachorros. Os jogadores entraram na arena carregando cachorrinhos que estavam disponíveis para adoção. Além disso, o time organizou um espaço onde os torcedores poderiam conhecer os cachorros (e um gatinho) depois do jogo. Foi uma tarefa…

Continuar lendo

Mundo Pet

Mulher consegue resgatar filhote de cachorro após perseguição noturna inacreditável

Em determinado momento, a socorrista perdeu suas sandálias durante a perseguição, mas continuou correndo atrás do cão descalço, determinada a salvá-lo.

Publicado

em

Por

Foto: Reprodução/Facebook/Adams County Pet Rescue

Outro dia, pouco antes da meia-noite, uma funcionária do abrigo animal Adams County (ACPR) deixava seus cachorros saírem antes de dormir quando um som alarmante soou na entrada de sua garagem. "Ela ouviu gritos vindos do quintal e sabia que não eram humanos. Então saiu para ver o que estava acontecendo", escreveu a ONG no Facebook. Kaitlyn, a socorrista, seguiu…

Continuar lendo

Mundo Pet

Cachorro é devolvido ao abrigo 30 minutos após adoção por ser ‘grande demais’

“S’mores definitivamente não cresceu em tamanho (ou peso) nesses 30 minutos, desde o momento em que saiu do abrigo até o momento em que o trouxeram de volta.”

Publicado

em

Por

Foto: Reprodução/Mutt Luv Rescue/The Dodo

Esse cachorro, chamado S'mores, vivia em um abrigo quando seu sonho finalmente se tornou realidade: alguém o adotou. O cão saiu do abrigo com sua nova família, confirante e alegre, mas depois de trinta minutos, S'mores voltou, amuado. De acordo com o abrigo, os adotantes devolveram o cachorro apenas 30 minutos depois, com a desculpa de que o pet era…

Continuar lendo
Publicidade