Bolsonaro é alvo de operação, e PF dá 24 horas para que ele entregue passaporte
Conecte-se conosco

Política

Bolsonaro é alvo de operação, e PF dá 24 horas para que ele entregue passaporte

Medida faz parte de investigação sobre tentativa de golpe para manter Jair Bolsonaro no poder. Defesa informou que ex-presidente vai entregar documento.

Publicado

em

Atualizado há

Bolsonaro foi impedido de fazer contato com ex-ministros e militares alvos de operação (Foto: Alan Santos/PR)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes deu 24 horas para que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) entregue seu passaporte. A decisão faz parte de uma operação que investiga uma tentativa de golpe para mantê-lo no poder, mesmo com a derrota nas eleições de 2022.

De acordo com Fábio Wajngarten, advogado que representa Bolsonaro, ele vai entregar o documento, que estava na sede do PL em Brasília. O ex-presidente está Angra dos Reis (RJ), na casa de veraneio que tem na praia de Mambucaba.

Além disso, Moraes também proibiu Bolsonaro de fazer contato com investigados na operação, deflagrada nesta quinta-feira (8). Entre os alvos de busca estão aliados civis e militares do ex-presidente. Confira:

  • General Braga Netto, ex-ministro da Defesa e da Casa Civil;
  • General Augusto Heleno, ex-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI);
  • General Paulo Sérgio Nogueira, ex-ministro da Defesa;
  • General Estevam Cals Theóphilo Gaspar de Oliveira, ex-chefe do Comando de Operações Terrestres do Exército;
  • Almirante Almir Garnier Santos, ex-comandante-geral da Marinha;
  • Anderson Torres, delegado da PF e ex-ministro da Justiça;
  • Valdemar Costa Neto, presidente do PL, partido de Bolsonaro;
  • Tercio Arnoud Thomaz, ex-assessor de Bolsonaro, conhecido como um dos pilares do chamado “gabinete do ódio”.
  • Ailton Barros, coronel reformado do Exército.

Os quatro alvos de mandados de prisão são:

  • Filipe Martins, ex-assessor especial de Bolsonaro;
  • Marcelo Câmara, coronel da reserva do Exército e ex-assessor especial de Bolsonaro citado em investigações como a dos presentes oficiais vendidos pela gestão do ex-presidente e a das supostas fraudes nos cartões de vacina da família Bolsonaro;
  • Rafael Martins de Oliveira, major das Forças Especiais do Exército;
  • Coronel do Exército Bernardo Romão Correa Neto, que não foi detido porque está nos Estados Unidos (mandado de prisão será enviado ao Exército para que notifique o militar).

Tentativa de golpe é ‘dado concreto’

Horas após a deflagração da operação da PF, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que não pode dar palpite sobre as ações da PF, que, segundo ele, são sigilosas. No entanto, afirmou que a tentativa de golpe de aliados de Jair Bolsonaro insatisfeitos com a derrota nas eleições é um “dado concreto”, e não teria acontecido sem o ex-presidente.

“Obviamente que tem muita gente envolvida. Eu acho que tem muita gente que vai ser investigada, porque o dado concreto é que houve uma tentativa de golpe, houve uma política de desrespeito à democracia, houve uma tentativa de destruir uma coisa que construímos há tantos anos, que é o processo democrático, e essa gente tem que ser investigada”, disse o presidente.

Política

STF marca para próxima quarta retomada de julgamento sobre descriminalização de maconha

Publicado

em

Por

Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil e jcomp/Freepik

O Supremo Tribunal Federal (STF) retomará na próxima quarta-feira (6) o julgamento sobre a descriminalização das drogas para consumo pessoal. O placar até o momento é de 5 a 1 a favor da descriminalização da maconha para uso pessoal, mas falta apenas 1 voto para formar maioria. O processo está parado desde o final de agosto, quando o ministro André…

Continuar lendo

Política

Comissão do Senado aprova projeto que proíbe uso de banheiros nas escolas com base na identidade de gênero

Com o projeto, pessoas trans, travestis e não binárias só poderão usar o banheiro do gênero identificado em seu nascimento, mesmo que tenham alterado os documentos pessoais.

Publicado

em

Por

Placa de banheiros
Texto foi aprovado em votação simbólica e agora segue para Comissão de Educação do Senado (Foto: Freepik)

Nesta quarta-feira (28), a Comissão de Direitos Humanos do Senado aprovou um projeto de lei que proíbe pessoas de usarem o banheiro em escolas com base na identidade de gênero. A restrição vale tanto para banheiros de escolas públicas quanto privadas. De acordo com o texto do projeto de lei, de autoria do senador Magno Malta (PL-ES), as pessoas só…

Continuar lendo

Política

Lula diz que ato de Bolsonaro foi ‘grande’: ‘Não é possível negar um fato’

O presidente comentou sobre o evento realizado na Avenida Paulista, em São Paulo, no último domingo (25)

Publicado

em

Por

Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) comentou sobre o evento realizado por Jair Bolsonaro (PL) na Avenida Paulista, em São Paulo, no último domingo (25), chamando-o de "grande" e afirmando que "não é possível você negar um fato". As declarações foram feitas durante uma entrevista ao jornalista Kennedy Alencar, no programa É Notícia, da RedeTV!. Lula destacou que…

Continuar lendo

Política

PF vai incluir fala de Bolsonaro na Paulista em investigação sobre golpe

“Por que continuam me acusando de golpe? Porque agora tem uma minuta de um decreto de estado de defesa. Golpe usando a Constituição? Tenham santa paciência”, disse o ex-presidente.

Publicado

em

Por

Bolsonaro discursando na Avenida Paulista
Bolsonaro convocou apoiadores para ato na Avenida Paulista neste domingo (25) (Foto: Reprodução/Youtube)

A Polícia Federal incluirá o discurso do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em ato na avenida Paulista neste domingo (25), na investigação que apura a tentativa de golpe de Estado. De acordo com integrantes da PF, a fala reforçou a linha de investigação de que houve uma trama de tentativa de golpe de Estado. "Por que continuam me acusando de golpe?…

Continuar lendo

Política

Indicado por Lula, Flávio Dino toma posse como ministro do STF

Autoridades acompanham a solenidade, como o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e os presidentes da Câmara, Arthur Lira e do Senado, Rodrigo Pacheco.

Publicado

em

Por

Flávio Dino
Novo ministro foi empossado em solenidade presidida pelo presidente da Corte, Luís Roberto Barroso (Foto: Antonio Augusto/SCO/STF)

Nesta quinta-feira (22), Flávio Dino (55) tomou posse como novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). O ministro Luís Roberto Barroso, presidente da Corte, presidiu a cerimônia e apenas ele falou, sem outros discursos. "Eu me limito a fazer uma brevíssima saudação de boas-vindas ao ministro Flávio Dino, que é uma pessoa recebida por todos nós com muita alegria. Um homem…

Continuar lendo
Publicidade