Homem sem-teto sempre alimenta seus gatinhos antes de si mesmo todos os dias
Conecte-se conosco

Mundo Pet

Homem sem-teto sempre alimenta seus gatinhos antes de si mesmo todos os dias

O homem vende limões na rua para poder comprar alimento para seus gatos, mesmo que não consiga comprar comida para ele mesmo.

Publicado

em

Atualizado há

Homem sem-teto segurando gatinho
"Tudo bem por mim pular algumas refeições, mas os gatos precisam comer", disse o homem, que vive em uma estação de trem (Foto: Reprodução/Facebook)

Uma mulher chamada Warunya Wattanasupachoke caminhava por uma rua na Tailância quando avistou um homem que vivia em situação de rua, vendendo limas com uma placa dizendo: “20 baht por saco, os lucros pagarão as despesas de alimentação de gatos de rua“. Assim, a mulher decidiu compartilhar essa história, para ajudá-lo como pudesse.

Homem com placa na rua
Fotos: Reprodução/Facebook

De acordo com ela, ao se aproximar para comprar algumas das limas, descobriu que um vendedor local deu as frutas de graça para ajudar o homem, chamado Loong Dum. Ele vem cuidando dos gatos desabrigados locais desde que encontrou o primeiro. Todos os dias ele vende limas para arrecadar fundos para alimentar os felinos, antes mesmo de ter sua própria refeição. Para ele, eles são sua família, e precisam dele para comer.

Homem sem-teto alimento gatinhos
Fotos: Reprodução/Facebook

“Não devemos julgar alguém com base em sua aparência”, disse Warunya. “Tome Loong Dum, por exemplo. Embora ele seja sem-teto e de aparência bruta, ele tem um grande coração”.

O homem garante que todos os gatinhos tenham alimento todos os dias, mesmo que isso signifique que ele não tenha comida suficiente para si mesmo. “Tudo bem por mim pular refeições, mas os gatos precisam comer“, disse Loong Dum.

Corrente de ajuda

Assim, depois que a jovem publicou a história do homem e dos gatinhos no Facebook, muitos tailandeses se ofereceram para ajudar. Alguns vieram para comprar limas dele e outros deixaram comida e suprimentos para gatos todos os dias para ajudá-los.

Ele ficou muito emocionado ao receber sacos de ração para os seus amigos felinos. Além disso, criaram uma página no Facebook compartilhar atualizações sobre Loong Dum e seus gatos. “Sua aparência exterior não importa. No final do dia, sua autovalorização é definida pelo quão boa pessoa você é”, disse o administrador da página Cat Lover Loong Dum.

Homem pulando com sacos de ração
Foto: Reprodução/Facebook

Outra ajuda veio em forma de serviço: um cabeleireiro conseguiu encontrar Loong Dum e o presenteou com uma mudança no visual. O homem, que vive em uma estação de trem, ganhou um corte de cabelo, novas roupas e outros itens de higiene.

Mundo Pet

Mamãe cachorro é abandonada por ter dado à luz muitos filhotes

Quando a mamãe chegou ao resgate, estava incrivelmente magra, cega de um olho e coberta de pulgas, mas seus filhotes estavam muito bem cuidados.

Publicado

em

Cadela resgatada amamentando 12 filhotes de cachorro em abrigo
Foto: Reprodução/One of a Kind Pet Rescue/The Dodo

Quando a equipe da ONG de resgate animal One of A Kind soube da história de Violet, uma mamãe cachorro abandonada após dar à luz uma ninhada de 12 filhotes, seus corações se partiram. Evidentemente, isso era mais do que a antiga família da cadela queria lidar. Então, eles fizeram o impensável. "Fui contatada por uma mulher que é amiga…

Continuar lendo

Mundo Pet

Pato rejeitado por irmãos encontra felicidade com filhotes de cachorro

Não querendo que seu pato se sentisse muito solitário, a tutora decidiu apresentá-la aos filhotes de cachorro de 4 semanas de idade que ela estava criando.

Publicado

em

Patos e filhotes de cachorro brincando juntos em um gramado verde, criando um momento de interação adorável e natural.
Foto: Reprodução/Alma Ackermann/The Dodo

Você já viu uma família incomum? Conheça Honey: um pato que vive em uma pequena cidade com sua família de patos e cachorros. Honey nasceu com uma torção no pescoço porque um cuidador anterior não lhe forneceu nutrientes suficientes enquanto o pato estava incubando. Felizmente, sua condição não é dolorosa - sua tutora, Alma Ackermann, disse ao The Dodo que…

Continuar lendo

Mundo Pet

Cachorro muito tímido se recusa a sair de canil até que socorristas sejam ‘criativos’

Eles o atraíram com petiscos e passearam com outros cães para ver se o pit bull saía para brincar. Mas o cão não cedeu. “Tivemos que ser criativos”, escreveu a ONG.

Publicado

em

Pit bull deitado em uma cama em um abrigo, usando um colete cinza com bordas laranja, olhando para a câmera.
Foto: Reprodução/Facebook/Pennsylvania SPCA

Conheça Tiana, um cachorro pit bull de 11 meses de idade, cuja vida começou em uma situação difícil. Em fevereiro, a equipe de resgate salvou Tiana de um tutor negligente e a levou para a ONG de resgate da Pennsylvania (SPCA). No resgate, o cachorro não precisava mais se preocupar que a ignorassem. No entanto, não percebeu que estava em…

Continuar lendo

Mundo Pet

Cachorro que estava desesperado para escapar do abrigo finalmente realiza seu desejo

Depois de mais de um ano no abrigo e uma tentativa fracassada de fugir, o cachorro finalmente teve o descanso que precisava.

Publicado

em

Cachorro da raça husky em cima de telhado de abrigo de animais
Foto: Reprodução/Facebook/Adam's County Pet Rescue

Em março de 2023, o pessoal do abrigo animal de Adams County acolheu um cachorro husky encontrado vagando pelas ruas. Eles perceberam que o cão vinha de um lar em algum momento e esperavam que sua família a buscasse nos dias seguintes, mas, infelizmente, ninguém apareceu. Então, a equipe colocou a cadela, que mais tarde recebeu o nome de Luna,…

Continuar lendo

Mundo Pet

Em dez dias, três tatus-galinha foram atropelados na região de Jundiaí

De acordo com a Mata Ciliar, todos os animais chegaram à associação em estado grave e, infelizmente, não resistiram aos ferimentos.

Publicado

em

Duas imagens de tatu-galinha com ferimentos na clínica veterinária da Mata Ciliar.
O tatu-galinha é um animal noturno, período em que os motoristas devem redobrar a atenção (Foto: Mata Ciliar)

A Mata Ciliar de Jundiaí, organização dedicada à reabilitação de animais silvestres, tem registrado um aumento alarmante no número de tatu-galinhas vítimas de atropelamentos. De acordo com a associação, em apenas dez dias, a equipe recebeu três destes animais, todos em estado grave e que, infelizmente, não resistiram aos ferimentos. O tatu-galinha, com sua carapaça resistente, é um animal noturno,…

Continuar lendo
Publicidade