Bolsonaro abraça as Nações Comunistas ricas pra tentar sobreviver.
Conecte-se conosco

Jundiaí

Bolsonaro abraça as Nações Comunistas ricas pra tentar sobreviver.

Artigo por Everton Araújo, brasileiro, economista e professor universitário

Publicado

em

Atualizado há

(Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil)

O Presidente Jair Bolsonaro começou seu mandato de mãos dadas com alguns chefes de Estados autoritários e conservadores. Acreditou em uma suposta amizade com o Presidente norte americano Donald Trump, idolatrou o corrupto Primeiro Ministro de Israel Benjamin Netanyahu, visitou ditadores no Oriente Médio e tentou alinhamento com países governado por líderes antidemocráticos como, Romênia, Turquia e Polônia.

As aventuras continuaram a ponto de condecorar um jovem aventureiro como Presidente da República Bolivariana da Venezuela e criticou duramente Irã, China e Rússia por defender a soberania desse país. Em seus discursos vazios nas Conferências Internacionais, como na Assembleia das Nações Unidas e no Fórum de Davos, baforava seu empenho em combater o inimigo número um do mundo, segundo ele e seus mentores o tal “comunismo”.

O Presidente e seus ministros agrediam de forma irresponsável a China e a Rússia, grandes parceiros comerciais do Brasil, justamente por acreditar que essas Nações tem interesse em implantar seus sistemas por aqui ou talvez enganar os que ignorantes de plantão. Essa mascara vem caindo rapidamente, nem as aparências conseguem manter, apesar dos esforços da sua maquina de propaganda.

Se posicionando como chefe de país imperialista Bolsonaro, seus ministros e seguidores passaram a insultar a quase todos como se o cargo não fosse provisório. Remetendo-nos a lembrar da arrogância de Saddam e seus filhos em tempos áureos como ditador no Iraque. Para ser rotulado de comunista basta contestar o comportamento do Chefe do Executivo ou cobrar compromisso da missão atribuída ao Cargo para o qual foi eleito.

Até mesmo os símbolos do capitalismo moderno foram carimbados com a foice e o martelo pela ignorância dos apaixonados pela fachada patriótica travestida de “nova politica”. A euforia foi passando e a realidade continua atingindo forte o governo da falsidade, corrupção pipocando por todos os lados, inflação corroendo o poder de compras das massas, desemprego em alta, violência de vários tipos e o descaso com o meio ambiente e outras mazelas que estão nos assolando.  

As fantasias das redes sociais estão esbarrando também no desalento dos jovens e nos riscos para os empresários de boa vontade e não tem poder de convencimento fora das câmaras de ecos dos apaixonados apoiadores. A guinada para o assistencialismo irrestrito antes apedrejado pelo Presidente para angariar votos de uma parcela conservadora da sociedade, atualmente é uma bandeira hasteada pela então “direita” conservadora, com justificativas demagógicas e o pior passou a eleição acabou o pão.

A postura que Jair Bolsonaro usou na cúpula dos Brics em 26 de junho desse ano para tecer elogios aos chineses, agradecer e acenar para Vladimir Putin, promover a ideia de uma aliança estratégica é uma demonstração de que o combate ao “comunismo” é uma maneira de enganar os seguidores menos informados, mesmo porque sabem que isso está apenas no imaginário popular brasileiro estimulado pelo medo de perder o que nem possuem.

Vale salientar que a China é uma Nação comandada pela ditadura do Partido Comunista e a Rússia por tradição segue os princípios da Revolução Marxista e são Nações que não defendem a liberdade religiosa. As Forças Armadas brasileiras sempre apostaram no fantasma do comunismo para justificar o seu duvidoso patriotismo e manter o seu alinhamento com o pensamento norte americano e servir de capatazes das oligarquias nacionais que segregam a liberdade no Brasil desde a queda da Monarquia.

Durante uma visita do Chefe do Executivo brasileiro a Moscou, os elogios ao Líder russo foram extensos e afagou como um “prezado amigo”. Na segunda feira 27 de junho, Bolsonaro comentou que está negociando a compra de óleo diesel da Rússia, mas esqueceu de salientar que o combustível vem das refinarias de Nicolas Maduro. Estará o Brasil financiando a ditadura Bolivariana? É sabido que a Rússia e a China são aliadas fieis de Cuba e Venezuela, e o Bolsonaro obviamente deve estabelecer uma relação de amizade ou até casamento com ambos, até para demonstrar fidelidade ao canhoto da Rússia. Vale a pena vender a alma ao diabo? Realmente está claro, como os carrascos da direita não tem o que “negociar” porque são pobres, abraçou os comunistas ricos para tentar permanecer no Palácio do Planalto. Deus é Fiel.

Everton Araújo, é brasileiro, economista e professor

Jundiaí

Dia dos Pais: Comércio de Jundiaí abre até as 18h no Centro neste sábado

Consumidores poderão fazer passeios gratuitos do trenzinho Expresso da Alegria e assistir atração cultural na Praça do Coreto

Publicado

em

Comércio no Centro de Jundiaí
O embarque com os personagens infantis será na Praça Marechal Floriano Peixoto (Praça do Coreto), das 10 às 14h. (Foto: Divulgação)

O comércio de rua do Centro e dos bairros de Jundiaí atenderá até as 18h neste sábado (13/08), véspera do Dia dos Pais, celebrado no domingo (14). A Câmara de Dirigentes Lojistas de Jundiaí (CDL) e o Sindicato do Comércio Varejista de Jundiaí e Região (Sincomercio) realizarão os passeios gratuitos no Expresso da Alegria pelas ruas do Centro. O embarque…

Continuar lendo

Jundiaí

Pais ganham presentes no Hospital Universitário

A comissão de humanização, eventos e voluntariado do Hospital Universitário de Jundiaí presenteou os papais da instituição.

Publicado

em

Pais ganham presente de Dia dos Pais no Hospital Universitário

Os profissionais ganharam um kit para fazer a barba doada pelos voluntários da GSU Jundiaí (Grupo da Saúde Universal de Jundiaí) e os pais que estavam acompanhando as mamães e as crianças internadas ganharam chaveiros e um suporte para carregar celular doado pelas voluntárias do Arte & Amor. Os pais da UTI Neonatal receberam um cartão com o carimbo dos…

Continuar lendo

Jundiaí

Fundo Social de Jundiaí abrirá inscrição para dois workshops de gastronomia

Serão ofertados dois workshops: ‘Salgados para Festa’ e ‘Doces para Festa’. Ao todo são 34 vagas para pessoas com idade mínima de 16 anos.

Publicado

em

salgado-de-festa-workshop-gratuito-jundiai-compressed
Os cursos são gratuitos. Foto: timolina/Freepik.

A pré-inscrição online para os workshops 'Salgados para Festa' e 'Doces para Festa' se inicia na próxima terça-feira (16), às 9h. Os cursos são oferecidos de graça pelo Fundo Social de Solidariedade de Jundiaí (Funss), em parceria com a instituição Ensino Social Profissionalizante (Espro). Ao todo, serão 34 vagas para homens e mulheres, com idade mínima de 16 anos. Para…

Continuar lendo

Jundiaí

SAMU: Juntos, pai e filho dedicam suas vidas para salvar o próximo

O Serviço Móvel de Urgência e Emergência de Jundiaí realiza em média 1600 atendimentos mensais.

Publicado

em

Pai e filho trabalham juntos no SAMU (Foto: Divulgação)

Quando Geraldo José Velozo iniciou sua vida profissional na área da saúde, jamais poderia imaginar que um dia dividiria com o filho o orgulho e a satisfação de trabalhar em prol da sociedade, salvando e transformando vidas todos os dias. Desde cedo, Henrique Andrade Velozo, cresceu com a influência de seu herói, presenciando o amor e a dedicação com que…

Continuar lendo

Jundiaí

Dia dos Pais gelado? Confira a previsão do tempo para o final de semana

Toda o Estado de São Paulo seguirá a tendência e terá termômetros amenos no fim de semana

Publicado

em

Céu limpo em Jundiaí
Céu Limpo em Jundiaí na última quinta-feira (11). (Foto: Vera Aida Borin Souza)

O frio que atingiu a cidade de São Paulo e muitas do interior do estado nessa semana continuará até o domingo (14), data que será comemorado o dia dos pais, porém com menos força, de acordo com o Climatempo. A região Sudeste seguirá a tendência e terá termômetros amenos no fim de semana. Em Jundiaí, hoje (12) é previsto mínima…

Continuar lendo
Publicidade