Em meio à alta do diesel, Bolsonaro altera regra sobre piso do frete pago a caminhoneiros
Conecte-se conosco

Política

Em meio à alta do diesel, Bolsonaro altera regra sobre piso do frete pago a caminhoneiros

Com mudança, frete será revisto se valor do diesel oscilar a partir de 5%.

Publicado

em

Atualizado há

Caminhoneiro ao lado de caminhão
No Brasil, produtos dependem do transporte que utiliza diesel para chegar à população (Foto: Marcelo Casal/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) editou nesta terça-feira (17) uma medida provisória que altera a lei que trata do tabela do frete pago a transportadores de carga.

A tabela do frete apresenta aos caminhoneiros valores mínimos de referência para o transporte de cargas, levando em consideração fatores que vão desde a remuneração do motorista, os gastos com seguro e as despesas com combustível.

Desde 2018, a lei previa a revisão semestral do valor do combustível considerado na tabela, além da revisão extraordinária desse custo sempre que identificado reajuste no preço do diesel igual ou superior a 10%.

Segundo o Ministério da Infraestrutura, a medida provisória editada por Bolsonaro nesta terça estabelece que essa revisão extraordinária passará, agora, a ser feita sempre que identificado aumento igual ou superior a 5% no valor do diesel.

Em comunicado, da Secretaria-Geral da Presidência da República aponta que a mudança visa “atenuar o impacto da alta dos combustíveis sobre o setor de transporte rodoviário de cargas”.

A redução no “gatilho” para a revisão extraordinária da tabela do frete ocorre durante ano eleitoral e beneficia categoria que o presidente Bolsonaro identifica como parte de sua base de apoio.

Bolsonaro reclama do desgaste político que sofre devido à disparada nos preços dos combustíveis no Brasil e diz que não pode interferir na política de reajuste da Petrobras. Entretanto, promoveu mudanças, tanto no comando da empresa quanto no Ministério de Minas e Energia, após aumento de preços.

Política

Lula diz que revogará sigilos de 100 de Bolsonaro no 1°dia de governo

“Ele [Bolsonaro] pegou uma mania de toda besteira que faz colocar sigilo de 100 anos”, disse o candidato à presidência.

Publicado

em

lula
O ex-presidente afirmou que, em seu governo, havia respeito à Lei de Acesso à Informação. Foto: Reprodução.

O ex-presidente Lula Inácio da Silva, pré-candidato do PT à Presidência da República, disse nesta sexta-feira (1), que revogará todos os sigilos de 100 anos impostos pelo governo do atual presidente Jair Bolsonaro (PL), adversário nas eleições deste ano.  Lula prometeu a revogação para seu primeiro dia de governo caso vença as eleições. “Vai ter um revogaço no meu primeiro…

Continuar lendo

Política

Lula diz que não disputará reeleição em 2026

Segundo o petista, seu objetivo é “recuperar o país” nos próximos quatro anos.

Publicado

em

lula
Ex-presidente diz que se eleito, não disputará novamente em 2026 (Foto: Reprodução)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, disse nesta sexta-feira (1/7), que não pretende disputar a reeleição em 2026. Isso caso seja eleito neste ano ao Planalto. Segundo o petista pré -candidato a Presidência da República, seu objetivo é “recuperar o país” nos próximos quatro anos. “Penso em governar esse país por quatro anos e deixar o país ‘tinindo’, para que…

Continuar lendo

Eleições 2022

Tarcísio de Freitas se reúne com empresários e lideranças políticas em Jundiaí

Pré-candidato apresenta projetos que estão sendo construídos para o Estado de São Paulo em encontro no anfiteatro do Campus da Uniachieta.

Publicado

em

Tarcísio de Freitas
Tarcísio quer ouvir a opinião das pessoas, dos empresários e lideranças de Jundiaí e Região. (Foto: Prefeitura de Jundiaí)

Tarcísio de Freitas, pré-candidato ao governo do Estado de São Paulo pelo Republicanos e ex-ministro da Infraestrutura, visita Jundiaí nesta sexta-feira, dia 1º de julho. Ele participa de encontro organizado por empresários e lideranças políticas locais para apresentar as propostas que estão sendo construídas para o Estado de São Paulo. Tarcísio é engenheiro e militar da reserva. Foi ministro da…

Continuar lendo

Política

Bolsonaro perde processo contra jornalista da Folha por ofensa e insinuação sexual

O Tribunal de Justiça de São Paulo decretou a derrota de Bolsonaro por 4×1. Processo corre desde 2020.

Publicado

em

Presidente Bolsonaro
Patrícia Campos acionou a Justiça em fevereiro de 2020, quando sofreu ataque de cunho sexual pelo presidente Bolsonaro. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) perdeu hoje (29) um processo por ofensa e insinuação contra a jornalista Patrícia Campos Mello, da Folha de S. Paulo. O julgamento no Tribunal de Justiça de São Paulo começou na tarde de terça-feira (28) e foi finalizado na manhã de hoje, com 4 votos a 1. Nas redes sociais, a jornalista comemorou a decisão.…

Continuar lendo

Política

Bolsonaro escolhe uma mulher para substituir presidente da Caixa

Pedro Guimarães, atual presidente do banco público, deixará o cargo após acusações de assédio sexual.

Publicado

em

daniella-marques-caixa-economica-federal
A expectativa é que Guimarães deixe o cargo ainda hoje (29).

O Presidente Jair Bolsonaro escolheu uma mulher para assumir a presidência da Caixa Econômica Federal. Daniella Marques assumirá a presidência, após Pedro Guimarães, antigo presidente, ser acusado por um grupo de funcionárias do banco por assédio sexual. Considerada o “braço direito” do ministro Paulo Guedes, ela comandava desde fevereiro de 2022 a Secretaria de Produtividade e Competitividade do Ministério da…

Continuar lendo